-

Verdão arrecada 148 milhões de reais com vendas em 2018


A venda de Róger Guedes para o Shandong Luneng, da China, fez o Palmeiras aumentar para cerca de R$ 148 milhões sua arrecadação em transferências neste ano. A saída do atacante, que estava emprestado ao Atlético-MG, foi a sexta venda registrada pelo Verdão em 2018.

A negociação de Guedes com o Shandong foi confirmada na última quinta-feira, no total de 9,5 milhões de euros (cerca de R$ 43 milhões) – o Palmeiras receberá R$ 19,4 milhões. As conversas com os chineses foram iniciadas na quarta-feira, após o clube bater o pé e rejeitar a oferta de 15 milhões de euros por Dudu.

Antes, o clube já havia vendido Keno para o Pyramids, do Egito, por US$ 10 milhões (R$ 37 milhões na época) e Tchê Tchê para o Dínamo Kiev, da Ucrânia, por 4,8 milhões de euros (R$ 20 milhões). Nas duas transferências, o Verdão era dono de 100% dos direitos econômico dos atletas.

Formados nas categorias de base palmeirense, Daniel Fuzato (para a Roma), Fernando (Shakhtar Donetsk) e João Pedro (Porto) foram outros jogadores negociados recentemente pelo Verdão.

Na ida do goleiro para o futebol italiano, o Palmeiras acertou antecipar a saída do atleta de 21 anos antes do fim do vínculo por 500 mil euros (R$ 2,2 milhões). O atacante de 19 anos acertou com o clube ucraniano por 5,5 milhões de euros – o Verdão lucrou R$ 21,6 milhões por ter 90% dos direitos econômicos.

No caso da ida do lateral para o clube português, a negociação foi fechada em 4 milhões de euros, sendo que R$ 9,2 milhões ficaram com o Verdão, que era dono de 50% dos direitos econômicos do jogador de 21 anos.

No início da temporada, o Palmeiras já havia vendido o colombiano Yerry Mina para o Barcelona por 12,75 milhões de euros. O clube recebeu R$ 38,7 milhões pela transferência do zagueiro em janeiro, na cotação da época.
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário