-

Roger explica mudanças no time e exalta 'jogo de xadrez' com Diniz


Roger Machado ganhou um jogo de xadrez contra Fernando Diniz, técnico do Atlético-PR. Foi assim que o técnico do Palmeiras definiu a vitória por 3 a 1 deste domingo, em Curitiba.

- É sempre um prazer enfrentar as equipes do Fernando. É a segunda vez que o enfrento. Na primeira ele estava no Guaratinguetá e eu no Juventude. Perdi no Alfredo Jaconi por 2 a 0. Agora a gente teve a oportunidade de vencer. É atraente poder pensar a estratégia do jogo, saber que do outro lado tem uma equipe com uma estrutura de jogo muito bem sedimentada e que se você não fizer um jogo de xadrez, pensando cada ação do teu jogo, você vai ter muita dificuldade. Hoje, felizmente, a nossa estratégia funcionou - disse o palmeirense.

A estratégia começou ainda antes do apito inicial. Moisés e Willian foram titulares nas vagas de Lucas Lima e Borja, respectivamente. O técnico explicou que foram trocas especificamente para esta partida. A ideia era ter atletas de maior mobilidade e poder de marcação para dificultar a saída de bola pelo chão do Atlético-PR. Moisés acabou se machucando logo aos seis minutos, dando lugar a Lucas Lima.

- No primeiro momento, tanto a ausência do Lucas quanto a do Miguel foram por estratégia da partida. Vamos ver qual o grau de desconforto que o Moisés teve. Falei rapidamente com ele, ele sentiu algo, mas a gente tem que esperar o exame - explicou o treinador.

Roger admitiu que o Palmeiras teve dificuldades no primeiro tempo, embora tenha ido para o intervalo vencendo por 1 a 0. No segundo, o time neutralizou bem as ações atleticanas e encaixou alguns contra-ataques. Em um deles, marcou gol com Willian.

-O Fernando tem a ousadia de propor que seus jogadores saiam jogando desde a defesa. A gente iniciou o jogo pressionando alto, conseguimos roubar algumas bolas importantes, mas não conseguimos logo em seguida da recuperação da bola encaixar contra-ataques nas costas dos alas ou do tripé de zagueiros que eles têm por dentro. Depois dos 15 minutos, o Fernando tomou um pouco das ações do jogo com seu estilo de posse. Nossa proposta era marcar bem, impedir que a bola chegasse no lado do campo. O jogo do Fernando quer o lado, para induzir o adversário a ir para lá e voltar para o meio, gerando o desencaixe. Foi o momento do jogo em que o Atlético gerou maior perigo de gol para a gente. O Jailson e nosso sistema defensivo conseguiram intervir bem. No fim do primeiro tempo a gente adiantou de novo a marcação e conseguiu o nosso gol - disse Roger.

- No segundo tempo, as trocas do Fernando trouxeram o Atlético para o nosso campo. Ficamos com o contra-ataque à disposição e conseguimos fazer 3 a 1. O Atlético valorizou muito a nossa vitória. Como eu disse, é muito bom enfrentar as equipes do Fernando, faz a gente pensar o jogo de outra forma - completou.

Agora o Palmeiras joga contra o América-MG, às 19h30 de quarta-feira, dando início à disputa das oitavas de final da Copa do Brasil, no Independência. Domingo que vem tem Dérbi em Itaquera pelo Brasileiro. Felipe Melo, suspenso, não joga.

Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário