-

Moisés exalta vitória na Libertadores e comemora ter voltado a atuar 90 minutos


Hoje em plenas condições físicas, o meio-campista Moisés voltou a jogar nesta terça-feira (03), diante do Alianza Lima-PER, no Allianz Parque, pela Conmebol Libertadores, durante todos os minutos possíveis da partida pela primeira vez desde novembro de 2017: a última vez em que o fato havia ocorrido foi em 12 de novembro de 2017, em partida disputada diante do Flamengo pelo Brasileirão daquele ano, ainda sob o comando do técnico Alberto Valentim.

O dono da camisa 10 completou exatos 70 jogos vestindo o manto alviverde e não escondeu a alegria, tanto pelo resultado positivo – vitória por 2 a 0 –, quanto por ter voltado a atuar em todos os 90 minutos pela primeira vez em quase cinco meses. Desde novembro de 2017, ora o jogador começava como titular e saía no decorrer da partida, ora era utilizado como opção do banco de reservas para o segundo tempo – ao todo, foram 12 duelos até que voltasse novamente a disputar todos os minutos possíveis de um jogo.

“É claro que me deixa contente voltar a jogar a partida toda. Todos sabem que tive uma lesão complicada no começo do ano passado, então tivemos que ir progredindo aos poucos. Mas, graças a Deus, agora me sinto recuperado e sei que posso ajudar o time, o que é o mais importante”, disse o meia.

Moisés também valorizou a vitória e falou sobre o receio do grupo que havia para manter a concentração nesta partida diante dos peruanos, já que o time está em meio a uma decisão do Campeonato Paulista, cuja finalíssima será disputada no próximo domingo (08), diante do Corinthians, no Allianz Parque.

“É uma vitória que mostra a força do grupo. Teve de rodar um pouco o elenco por causa do desgaste, e mostramos que temos um elenco muito qualificado. Fizemos um grande jogo, não deixamos a concentração cair. Fizemos um jogo muito equilibrado, tanto ofensivamente quanto defensivamente. Normalmente, depois de uma decisão, você desconcentra no jogo seguinte. Não deixamos isso acontecer”, declarou. E completou: “Serão dois grandes jogos, duas camisas pesadas, mas agora não tem como pensar em Libertadores de novo. Vamos descansar para fazer um grande jogo no domingo, contra o Corinthians (pela final do Paulistão)”.

Ao longo de seus 70 jogos com a camisa do Verdão, o Profeta, como é chamado pela torcida, acumula 42 vitórias, 12 empates e 16 derrotas pelo clube, além de oito gols marcados. Vale lembrar que o jogador foi peça fundamental na campanha da conquista do Nacional de 2016, o nono título brasileiro do Verdão na história.
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário