-

Moisés se vê atrás de concorrentes por ter feito preparação mais longa


Moisés foi campeão brasileiro com o Palmeiras sendo um dos principais atletas alviverdes em 2016. No ano seguinte, assumiu a camisa 10 do clube, mas sofreu com lesões e não conseguiu uma sequência de bons jogos. Já em 2018, o meio-campista passou por um trabalho estendido de pré-temporada que o deixou 100% fisicamente, mas lhe custou espaço em um dos elencos mais concorridos do país.

“Sem dúvida fiquei um pouco para trás por ter feito uma preparação maior. Mas estou muito feliz pela forma como me sinto fisicamente. Consegui retomar as ações que tinha antes das minhas lesões. A temporada é muito longa, são 70, 80 jogos, então eu sei que, em algum momento a oportunidade vai aparecer. E quando ela aparecer eu vou estar preparado para buscar o meu lugar”, afirmou o atleta.

A maior dificuldade de Moisés em retomar sua vaga entre os titulares está justamente no desempenho dos atletas escolhidos por Roger Machado. O camisa 10 já deixou claro que pretende atuar como primeiro ou segundo volante este ano, posições ocupadas atualmente por Felipe Melo e Bruno Henrique.

O Pitbull é um dos principais nomes alviverdes na temporada, enquanto Bruno Henrique ganhou vaga de Tchê Tchê e não saiu mais do time. Desde que o volante entrou na equipe, o Palmeiras soma seis vitórias e apenas uma derrota (time misto, contra o São Caetano).

Provavelmente entre os reservas, Moisés pode ter nova chance de apresentar seu futebol nesta terça-feira às 20h30 (de Brasília), também no Pacaembu, contra o Santos pela volta da semifinal do Campeonato Paulista. Desta vez, porém, a torcida alviverde será a única no estádio municipal e poderá deixar o campo classificada à final até em caso de empate.

Temos que jogar como começamos o primeiro tempo. É o nosso estilo de jogo independente do adversário. Claro que, às vezes, o jogo toma um rumo diferente e você não consegue fazer o que planejou. Mas nossa ideia é buscar a vitória como sempre fizemos.
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário