-

Felipe Melo elogia Bruno Henrique, mas valoriza Tchê Tchê como parceiro


Bruno Henrique foi a grande surpresa de Roger Machado na escalação titular do Palmeiras para a estreia na Libertadores, na última quinta-feira. Seu desempenho em campo também foi imprevisível, sendo responsável por dois gols e protagonista do lance que causou a expulsão de German Gutierrez.

A atuação do volante rendeu até elogios de seu companheiro de posição Felipe Melo. O Pitbull, porém, fez questão de exaltar também o desempenho de Tchê Tchê, que vinha sendo titular na função

“A pedido do próprio treinador, eu procurei pegar um pouco mais na frente, tirar o bumbum lá de trás. Tive a ajuda do Bruno Henrique, que com os gols, me ajudou muito na marcação do meio-campo”, afirmou o camisa 30 ao Sportv.

“Se eu falar que o Bruno Henrique é o parceiro ideal, vou estar faltando o respeito com o Tchê Tchê, que vinha sendo meu parceiro. Com ele, consegui ser o jogador que mais rouba bolas no Campeonato Paulista. O Tchê Tchê é um cara que tem o seu valor, sai para caçar, marca na frente. Isso mostra a força do nosso grupo, sai um, entra outro e não deixamos a peteca cair. Temos que ter isso mesmo, porque o calendário brasileiro pede”, completou.

Nesta segunda-feira, o Palmeiras volta a campo para encarar o São Caetano, às 20h30 (de Brasília), no Palestra Itália. Pela proximidade com o jogo em Barranquilla e pelo clássico contra o São Paulo, na próxima quinta-feira, a tendência é que Roger Machado escale uma formação mista contra o Azulão.

A briga pela vaga de segundo volante é uma das mais acirradas no elenco e completa dúvida para este jogo. Se Roger escalar os reservas, Tchê Tchê iria a campo, mas o treinador pode optar por manter Bruno Henrique para dar ritmo de jogo ao atleta, que atuou 90 minutos pela primeira vez este ano na estreia da Libertadores.

Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário