-

Roger elogia invencibilidade do Palmeiras e cogita Michel Bastos contra Mirassol


Com 100% de aproveitamento no Campeonato Paulista, o Palmeiras buscará mais uma vitória no próximo sábado (10), às 19h, contra o Mirassol, no interior de São Paulo, pela sexta rodada da competição. Apesar da troca de comando em 2018, o Verdão iniciou a temporada colhendo ótimos resultados dentro das quatro linhas, fato que agrada bastante o técnico Roger Machado.

“A gente deseja um começo bom até para ter tranquilidade para trabalhar. Não me surpreendeu em função da qualidade de material humano que tenho à disposição e do interesse de as coisas acontecerem o mais brevemente possível. A invencibilidade me surpreendeu pelo curto tempo de pré-temporada, nós estamos alinhando desempenho e resultado. Geralmente, você tem resultado, mas o desempenho fica a desejar. Quando as duas coisas ficam alinhadas, acaba de uma certa forma surpreendendo um pouco mais”, falou o comandante, que pretende ter sucesso no Estadual desta temporada.

“O Paulista é muito importante para nós, faz 10 anos que o clube não ganha. Não só o Paulista, mas um jogo após o outro, e o fato de alterar a equipe não quer dizer que você está desmerecendo. Você está dando oportunidades para os jogadores que não estão atuando. Poder dar entrosamento e, ao mesmo tempo, treinar alternativas para quando a necessidade acontecer”, afirmou.

Roger Machado, inclusive, vê com bons olhos fazer um revezamento de atletas em algumas posições do time. "É uma alquimia (a gestão do elenco). É a gente tentar encontrar uma base porque favorece o entrosamento e, ao mesmo tempo, buscar alternativas nas características que temos. O Guerra fez uma função mais avançada no jogo-treino, criando oportunidades e é outra característica. Um jogador leve que dá outro tipo de trabalho ao zagueiro com a movimentação. Nas atividades, eu faço interação para eles se habituarem com as movimentações do setor”, declarou o palmeirense, admitindo uma possível oportunidade para Michel Bastos na lateral esquerda do Verdão contra o Mirassol.

“A tendência é que isso aconteça, mas levarei até amanhã (sábado). Tenho muita coisa definida na cabeça, mas levo até amanhã”, disse. “O Michel entrou quando o Victor (Luis) esteve fora. São jogadores de características diferentes. O Victor usa força e velocidade, já o Michel é mais técnico, tem um jogo mais apoiado e uma boa batida na bola. Isso tudo eu levo em consideração na hora de levar para o campo”, finalizou.
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário