-

Guerra se diz feliz no Verdão: 'Quero jogar, mas respeito a decisão'


Guerra fez seu primeiro jogo no ano como titular no Palmeiras e teve boa atuação no empate com o Linense. Apesar das poucas chances até aqui, o meia venezuelano diz que está feliz no Verdão, e entende o motivo de Roger não o usá-lo com mais frequência.

- Sim (estou feliz), eu estou tranquilo por uma parte, porque a equipe está jogando muito bem. Sou consciente. Quero jogar, mas respeito a decisão da comissão técnica. Cedo ou tarde, vai chegar a oportunidade - afirmou.

Foi de Guerra o passe para o primeiro gol de Borja no 2 a 2 do Allianz Parque. Depois de uma boa atuação na primeira etapa, ele apresentou desgaste, e Roger optou por substituí-lo. Ainda assim, fez elogios ao comandado.

- O Guerra foi muito bem, deu uma dinâmica boa pelo lado do campo. Disse antes do jogo que ele seria agudo pelo lado, mas também articulando por dentro. Foi assim no gol do Miguel. Ele veio do lado para a parte interna e conseguiu um belo lançamento. Ele se movimentou bem. Enquanto esteve em campo, foi um dos jogadores que alternaram a velocidade do jogo. Em alguns momentos nós estávamos sempre na mesma velocidade. Isso faz com que o adversário marque, você se torna previsível. Ele saiu desgastado - justificou o treinador.

O ex-armador do Atlético Nacional (COL) entrou na vaga de Willian para ser testado entre os titulares - nas outras duas partidas que havia feito com Roger, Guerra entrou no segundo tempo. A princípio, o atacante deve voltar à equipe no lugar do venezuelano, domingo, quando o Verdão visita a Ponte Preta, em Campinas, pela oitava rodada do Paulista.

Com 19 pontos, o Verdão lidera o grupo C com sete pontos de vantagem para o São Bento, segundo colocado, e é o dono também da melhor campanha.
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário