-

Keno se salva em péssima atuação coletiva


Juninho
O zagueiro, que havia sido reserva na rodada passada após atuações ruins, voltou ao time por conta da convocação de Yerry Mina à seleção colombiana. De novo, não fez uma boa partida nesta quarta-feira. Dos erros na derrota por 3 a 1 para o Vitória, o pior foi no segundo gol adversário, quando era o último homem da zaga e falhou em bote longe da área. Nota: 3,5
Egídio
O lateral-esquerdo é perseguido, algumas vezes criticado apenas pelo histórico, mas não tem colaborado ultimamente, de fato. Deu absoluta liberdade para o cruzamento que resultou no primeiro gol; estava na direita no terceiro gol, que saiu pelo seu lado... Nota: 3,5

Moisés
É o camisa 10 do time, tem muita visão de jogo, se doa muito em todas as partidas, mas foram poucas suas atuações de destaque desde que voltou de lesão. Ainda está lento e vem forçando (e errando muito) mais passes do que o comum. Nota: 4,5
Keno
Principal nome na era Alberto Valentim, o atacante se salvou em meio à péssima atuação coletiva palmeirense. Sua velocidade e seus dribles pela ponta direita foram o melhor escape da equipe. Deu a assistência para o gol de cabeça marcado por Dudu. Nota: 6,5
As notas:
Fernando Prass [GOL]: 5,0
Mayke [LAT]: 4,5
Edu Dracena [ZAG]: 4,5
Juninho [ZAG]: 3,5
Egídio [LAT]: 3,5
Bruno Henrique [VOL]: 4,0
(Fernando [ATA]): 4,5
Tchê Tchê [VOL]: 5,0
Moisés [MEI]: 4,5
Keno [ATA]): 6,5
(Guerra [MEI]): sem nota
Dudu [ATA]: 6,5
Erik [ATA]): 5,0
(Róger Guedes [ATA]): 4,5

Share on Google Plus

About Palmeiras WebTV

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário