-

Em alta, Luan valoriza disputa na zaga do Palmeiras: 'Aqui estão os melhores'


Se Cuca agora começa a dar sequência e definir a sua formação ideal, a zaga do Palmeiras deve ter um novo integrante daqui para frente na temporada. Contra o Avaí, no último sábado, Luan entrou na vaga de Edu Dracena e foi o escolhido para atuar ao lado de Yerry Mina.

Aos 24 anos, o ex-vascaíno vive seu primeiro momento de afirmação no clube. Com a eliminação da equipe na Copa do Brasil, e inscrito na Libertadores – ele já atuou contra o Barcelona no Equador –, o atleta pode ser mantido por Cuca entre os titulares. Mesmo com o objetivo claro do elenco no duelo contra o Barcelona de Guayaquil, o zagueiro mantém foco no Botafogo, adversário da próxima quarta-feira, pelo Brasileirão.

– Para a Libertadores ainda faltam dois jogos. Deixo para a torcida essa coisa de ficar muito focada na Libertadores. Eu quero crescer jogo a jogo. Se eu penso na Libertadores e jogo mal contra o Botafogo... Aqui é um time de muita qualidade e eu vou sair. Futebol é assim. Não posso pensar no Barcelona sem pensar no Botafogo porque seria uma falta de respeito – disse Luan.

A provável vaga no time titular não tira o foco de Luan. Pelo contrário. Empolgado com seu momento no Palmeiras, o jogador valoriza a concorrência interna e o aprendizado com os companheiros e concorrentes no setor defensivo.

– Estou feliz, vou evoluir. Tem um cara supercampeão que me ensina todo dia, que é o Edu Dracena, o outro é o Mina, cobiçado pelos maiores clubes da Europa. Por que não evoluir e chegar perto deles? O Juninho também está buscando espaço, como o Antônio (Carlos). Quem jogar vai dar conta do recado. Estou pensando no grupo porque é maravilhoso jogar no Palmeiras – afirmou.

O início da trajetória de Luan com a camisa do Palmeiras não foi tão comum. Contratado no início de abril, o zagueiro só estreou com a camisa alviverde no dia 18 de junho, quando entrou no segundo tempo da vitória do time de Cuca sobre o Bahia, em Salvador. Isso porque o clube o contratou sabendo da necessidade de o atleta passar por uma nova cirurgia no pé direito.

Luan é só elogios aos companheiros Yerry Mina e Edu Dracena (Foto: Cesar Greco / Ag. Palmeiras)

– Eu disse na minha apresentação que vou ser grato ao Palmeiras para sempre. O que fizeram por mim foi difícil, por mais que fosse um desejo antigo. Ser contratado para fazer uma cirurgia é uma coisa atípica no futebol brasileiro. Vou ser sempre grato ao Palmeiras – contou o jogador.

Fora da Copa do Brasil, o Palmeiras viu a pressão aumentar nos últimos dias na Academia de Futebol. Por ter já defendido o Vasco na competição, Luan não entrou em campo contra o Cruzeiro. Mas até a cobrança da torcida vira motivação para o jogador construir uma história vitoriosa no Verdão.

– Pressão vai ter sempre. Todo mundo vem para cá sabendo disso. Com todo respeito, eu vim para cá porque aqui estão os melhores. Eu quero ser melhor também, evoluir, crescer... Aqui tem um grande treinador, aqui tem um grande gerente, jogadores rodados e experientes. Quero aprender, evoluir e crescer cada vez mais para desfrutar o que o Palmeiras oferece para nós – destacou.

– Quero dizer que estou feliz, quero marcar história. A torcida é apaixonada. Quero que eles fiquem apaixonados por mim também para que eu possa me tornar ídolo – completou Luan.
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário