-

Cuca prevê ‘jogo disputado’ contra Flu e alerta sobre sequência no Brasileiro


Com apenas quatro pontos conquistados, o Palmeiras segue em busca da recuperação no Campeonato Brasileiro. Diante do Fluminense, neste sábado (10), às 16h, no Allianz Parque, o time comandado por Cuca tentará a segunda vitória na competição para melhorar a posição na tabela do torneio. E, para que isso ocorra, o comandante pede mais tranquilidade na hora de finalizar as jogadas.

“A ideia é fazer um jogo bem jogado, bem disputado. Passaremos por um momento ruim no jogo, é natural porque são duas grandes equipes. Temos de fazer bem o jogo todo, não adianta fazer 15 ou 20 minutos bem e o resto mal. Mas não estamos fazendo mal nos jogos, não estamos sendo felizes nas finalizações, na hora de fazer os gols”, disse.

O palmeirense, inclusive, crê que o Alviverde tem produzido bastante durante as partidas. “Lógico que está longe do que a gente pensa, temos de melhorar. Temos criado chances, a gente finaliza 12 ou 13 vezes por jogo e não tem feito os gols. Temos de ter mais concentração para fazer o gol”, afirmou, alertando sobre as próximas rodadas do Nacional.

“Temos de trabalhar o nosso time com o que nós temos aqui. Temos de nos preocupar com a posição na tabela, tentar vencer um jogo muito difícil para sair desta situação. Temos uma sequência difícil no campeonato e é um momento delicado. Temos de somar pontos”, avisou.

Cuca, no entanto, mostra-se otimista com a evolução do Palmeiras em 2017. “Temos de trabalhar, dar tempo ao tempo, às vezes a gente quer as coisas de imediato e elas não vêm, requer tempo. Tem de ter calma, paciência. Não adianta se autopressionar. Não sou de arranjar desculpas no meio do campeonato, mas perdemos jogadores importantes, principalmente no último jogo. Temos de trabalhar com o que temos e neste jogo podemos ter um, dois ou três jogadores de volta”, declarou o treinador, citando a importância do apoio da torcida do Verdão neste momento.

“Todos trabalham juntos. A torcida não é diferente do time e da comissão, todos trabalham juntos. A mesma dor que o torcedor tem nos revezes, a gente também tem ou até mais. A gente sabe da nossa responsabilidade e os jogadores também sabem, agora temos de ter paciência. Não dá para fazer tudo o que quer na hora que quer. Quando a gente perde jogadores importantes como tem perdido, é natural que você não faça as coisas como você quer. Daqui a pouco temos os jogadores à disposição e aflora tudo. Isso que eu aposto”, finalizou.
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário