-

CUCA acerta com o VERDÃO até o final de 2018!

Técnico retorna ao posto depois de deixar o clube por questões pessoais na sequência da conquista do título brasileiro, no fim do ano passado; contrato é até 2018.
cuca-acerta-com-o-verdao-ate-o-final-de-2018
Cuca está de volta ao Palmeiras! O técnico de 53 anos retorna ao posto que deixou em dezembro do ano passado, por questões pessoais, após a conquista do título brasileiro. O novo vínculo vale até o final de 2018.

Em nove meses de trabalho, Cuca comandou o Verdão em 50 jogos – 28 vitórias, 11 empates e 11 derrotas – com 63,3% de aproveitamento.

Desde a demissão de Eduardo Baptista, na quinta-feira à noite, Cuca era o favorito de diretoria e torcida para comandar o time. Mais: o fantasma dele assustava o ex-treinador desde que o último trabalho foi iniciado, em janeiro. Já em fevereiro, pelo Paulistão, gritos de "Cuca" surgiram nas arquibancadas.
Antes da falar da parte tática, é impossível não citar o lado humano de Cuca. Sincero nas entrevistas e explosivo dentro de campo, foi considerado muitas vezes um representante da torcida no banco de reservas. Tanto na parte boa, ao jogar junto com a arquibancada, quanto na parte ruim, nas cobranças mais fortes dentro do grupo.

Dentro de campo, Cuca comandou uma reformulação grande no clube. Foi ele que montou o time campeão brasileiro e, após uma campanha vexatória na Libertadores do ano passado (eliminado na fase de grupos, sob o comando de Marcelo Oliveira), mexeu com os jogadores e com a torcida ao criar um perfil vencedor.
As semelhanças entre os inícios de campanhas de 2016 e 2017 sempre mantiveram Cuca no radar dos palmeirenses. Se Marcelo Oliveira não fez o time andar até março do ano passado, Eduardo Baptista deixa em maio um time praticamente classificado para as oitavas de final da Libertadores, mas com um futebol questionado e, principalmente, uma eliminação inesperada para a Ponte Preta no Paulistão.
O presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, nega que Cuca tivesse problemas de relacionamento com jogadores e dirigentes:

– Eu não tenho informação de que o Cuca teve problema com a diretoria, com jogadores. O Cuca saiu em dezembro por problemas particulares. Ele me disse isso em novembro, quando eu era candidato (à presidência, na sucessão de Paulo Nobre). Ele me disse que precisaria de seis meses. Em nenhum momento, ele me disse que tinha problemas com a diretoria. E eu não tive nenhuma informação da diretoria que ele teve problema – declarou o atual presidente do clube.

Share on Google Plus

About Palmeiras WebTV

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário