-

Tchê Tchê herda camisa 8 após saída de Lucas Barrios


Inativo há quase um mês em função de uma lesão no ombro esquerdo, Tchê Tchê herdou a camisa 8 do Palmeiras após a saída do centroavante Lucas Barrios para o Grêmio. No entanto, o meio-campista ainda não sabe se poderá estrear o novo número contra o Red Bull Brasil, nesta sexta-feira, em Campinas.

Um dos pilares do Verdão na campanha do título brasileiro de 2016, Tchê Tchê se machucou em 5 de fevereiro durante o confronto com o Botafogo-SP, no Palestra Itália. Na ocasião, inclusive, ele fez o gol da vitória alviverde por 1 a 0.

No planejamento da comissão técnica, o retorno ideal do ex-camisa 32 seria diante do Red Bull para passar confiança e reforçar a equipe na estreia da Copa Libertadores da América, na próxima quarta-feira, contra o Atlético Tucumán, na Argentina.

“O Tchê Tchê está em uma condição muito boa, vamos dar uma olhada hoje. Contra o Tucumán talvez a gente possa utilizar, amanhã temos um pouco de dúvida. Ele ainda tem um pouco de receio no braço, de contato maior. Ele precisa passar segurança para a gente, para a gente poder utilizar amanhã. Utilizando amanhã é um jogador importante para quarta-feira”, avaliou Eduardo Baptista, em entrevista coletiva concedida nesta quinta-feira.

A previsão do departamento médico palmeirense era entregar Tchê Tchê à comissão técnica em um período de quatro a seis semanas. O atleta de 24 anos, porém, se recuperou mais rápido do que o esperado e voltou a treinar com os companheiros na última quarta-feira.

Nesta quinta-feira, Eduardo Baptista optou por fechar à imprensa o último treino antes do embate com o Red Bull, marcado para as 21h05 (de Brasília) desta sexta-feira, no Moisés Lucarelli. O Verdão lidera o Grupo C do Campeonato Paulista, com 12 pontos.

Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário