-

Mais versátil, Dudu é esperança para derrubar tabu do Verdão na Vila


Foi contra o Santos, com dois gols na decisão da Copa do Brasil de 2015, que Dudu virou ídolo no Palmeiras. Neste domingo, às 18h30 (de Brasília), pela nona rodada do Paulistão, ele tem o desafio de liderar o time diante do mesmo rival, mas com a missão de encerrar um jejum de quase seis anos sem vencer na Vila Belmiro. E o capitão chega ao clássico ainda mais em alta.

Eduardo Baptista repete seguidamente que tem o projeto de tornar Dudu um jogador mais completo. E o atacante já mostrou que pode render não só aberto pela esquerda, como está acostumado, mas mais centralizado na armação ou pela direita. Na vitória contra o Jorge Wilstermann, na quarta-feira, pela Libertadores, ele ainda fez uma nova função: terminou a partida como segundo volante.

– O Dudu fez um segundo volante. É mais uma posição em que nos ajuda, é um curinga – agradeceu o técnico, que ajustou o posicionamento de Dudu enquanto a equipe tinha outros quatro atacantes em campo (Borja, Keno, Róger Guedes e Willian) e viu sair dos pés dele a jogada que culminou no gol da vitória.

O camisa 7 participou de 12 dos 19 gols do Palmeiras em jogos oficiais na temporada. Balançou as redes duas vezes, sendo uma de forma histórica no último clássico, no sábado, ao encobrir o goleiro Denis em chute quase da lateral e abrir a vitória por 3 a 0 sobre o São Paulo, na arena.

É neste bom momento que ele tenta buscar sua primeira vitória na Vila Belmiro vestindo verde e branco. O estádio já faz parte de sua história: o próprio Dudu relata que passou a se controlar mais em campo após ser expulso e empurrar o árbitro Guilherme Ceretta de Lima, em Santos, na final do Campeonato Paulista de 2015, o que lhe custou punição imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva no Brasileiro daquele ano.

Depois do episódio, o atacante palmeirense até fez gol por lá, na derrota por 2 a 1 pelo Brasileiro de 2015, mas ainda não venceu. O Palmeiras não ganha na Vila Belmiro desde que aplicou 1 a 0, com gol de Kleber Gladiador, em 3 de abril de 2011, pelo Paulistão. Depois disso, foram nove vitórias santistas e dois empates nas passagens do Verdão pelo estádio.
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário