-

Baptista valoriza ‘elenco forte’ do Verdão e analisa time do São Paulo


Líder isolado no Grupo C do Campeonato Paulista com 15 pontos conquistados, o Palmeiras volta a campo neste sábado (11), às 16h, para enfrentar o rival São Paulo, no Allianz Parque, pela oitava rodada da competição. Em meio a disputa da fase de grupos da Conmebol Libertadores Bridgestone, o técnico Eduardo Baptista admite dar oportunidade para outros atletas do elenco do Verdão no duelo deste fim de semana, principalmente pela boa condição da equipe no Estadual.

“A gente fala em poupar, mas quando fala em poupar é para ter o atleta o ano inteiro. Não podemos perder um atleta durante um momento que pode ser prejudicial. Viemos de um grande jogo, pesado, e o desgaste foi grande. Temos uma responsabilidade também, sabemos o que ronda o clássico Palmeiras e São Paulo, sabemos da importância. Mas criamos uma gordura no Paulista, temos uma pontuação boa, mas neste momento a Libertadores é mais importante. Correremos riscos, mas não grandes riscos para fazermos um grande jogo amanhã (sábado)”, declarou o treinador, que confia na qualidade do grupo palestrino para ter uma ótima apresentação diante do rival tricolor.

“Quando eu cheguei, muito se falava que o Palmeiras tinha um elenco grande e não precisava de tudo isso. E hoje estamos vendo o quanto o Palmeiras estava certo. O Palmeiras perdeu jogadores importantes e ainda está no mesmo nível. Hoje nós podemos perder algum jogador para o clássico e ainda assim manteremos o nível. O Palmeiras tem um elenco forte, sempre procuramos colocar em campo quem está em um melhor momento. É isso que faremos amanhã”, afirmou.

O palmeirense, por sua vez, pediu atenção com os são-paulinos. “É uma equipe muito qualificada, organizada pelo Rogério (Ceni). Eles estão fazendo gols e criando oportunidades, temos de estar atentos a isso. É um jogo grande que temos de estar concentrados, é muito parecido com a Libertadores. Talvez a qualidade técnica fique um pouco de lado e a entrega e a determinação valerão um pouco mais”, disse. “O Palmeiras ataca também, é um clássico, são duas equipes grandes que procuram o gol. A gente sempre passa que sem a bola é importante se defender, não só atacar. E, com a bola, atacar. Espero um grande jogo”, emendou.

Recuperado de lesão, o meia Tchê Tchê é uma das novidades do Verdão no clássico deste sábado. “Decidimos no treinamento, mas ele já está pronto. Claro que, para o jogador atingir o seu auge físico, ele precisa de jogo, mas ele está pronto para iniciar uma partida. Eu poderia ter levado o Tchê Tchê para a Argentina, mas ele perderia tempo de treinamento. Ele ficou aqui, preparamos algo especial para ele poder jogar este clássico. É um jogador que, quando se machucou, vivia um grande momento”, declarou Baptista.
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário