-

Baptista cita ‘comunhão’ com atletas e enaltece amizade do elenco: ‘Unimos todos’


O começo da trajetória de Eduardo Baptista no Palmeiras não poderia ser melhor. Com nove vitórias, um empate e duas derrotas em jogos oficiais, o palestrino tem o melhor início de um técnico no clube desde 2001, quando Celso Roth teve o mesmo aproveitamento. Líder no Campeonato Paulista e na Conmebol Libertadores Bridgestone, o treinador sabe a real importância de iniciar a temporada com triunfos, mas quer ainda mais no comando do Verdão.

“O ponto chave para as coisas darem certo é criar uma comunhão com os atletas. Eu não sabia se seria fácil ou difícil. Unimos todos, quem não está jogando, claro que fica um pouco descontente, mas sempre respeitando os companheiros. Se tudo está dando certo, as atitudes foram honestas e certas. Mas sempre conversando internamente com os atletas e a comissão técnica. Não foi o Eduardo que fez as coisas darem certo, mas todos fizeram”, afirmou o palmeirense, que aproveita a ótima qualidade do elenco para evoluir como profissional.

“Você trabalhar com atletas com nível de experiência que temos, você cresce, aprende e tira informações. É um prazer trabalhar com o Zé Roberto, voltar a trabalhar com o Edu Dracena, eu o conheci menino e o reencontrei campeão, maduro. O Felipe Melo, o Fernando Prass... Você tira lições de pessoas vitoriosas. E o mais importante, poder trabalhar com profissionais de alto nível no Palmeiras, discutir ideia de tudo. O treinador não pode se limitar à parte técnica e tática, temos de estar abertos para crescer, aprender e ouvir. Isso faz parte do amadurecimento de qualquer profissional”, explicou.

No próximo sábado (25), às 16h, o Palmeiras volta a campo pelo Campeonato Paulista para enfrentar o Grêmio Osasco Audax, pela 11ª rodada do torneio estadual. Primeiro colocado no Grupo C da competição, o time comandado por Baptista busca mais uma vitória para garantir a melhor campanha desta primeira fase do Regional.

“Colocamos sempre pequenos objetivos. O primeiro era classificar como primeiro do grupo, e atingimos. O próximo é classificar em primeiro lugar na classificação geral e, claro, manter a sequência de vitórias. É importante se acostumar a vencer para um time que quer brigar por todas as competições que disputar”, falou. “Criar uma identidade com vitórias no início de trabalho é importante. Uma vitória amanhã nos traz este primeiro lugar, que é importante para dar ainda mais confiança e também levar a vantagem de decidir em casa nas outras fases”, completou.

Depois de receber o Audax na arena palmeirense, o Verdão encara a Ponte Preta na quarta-feira (29), às 21h45, em Campinas-SP, antes de iniciar a disputa das quartas de final da atual edição do Campeonato Paulista.
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário