-

Paulo Nobre descarta grama sintética no Allianz Parque


Paulo Nobre, presidente do Palmeiras, descartou nesta terça-feira a utilização de grama sintética no Allianz Parque. O tecido artificial é uma das possibilidades analisadas pela construtora WTorre, parceira do clube na construção da arena, para garantir a conservação do gramado após a realização dos shows na arena.

"Eu sou contrário a gramado sintético. Estamos no Brasil e temos um abundância de sol. Temos de procurar uma tecnologia para deixar o gramado em perfeitas condições", afirmou o presidente alviverde. 

A arena, alçapão onde o Palmeiras só foi derrotado uma vez no Campeonato Brasileiro, diante do Atlético Mineiro, curiosamente se tornou um problema na reta final da competição. A questão principal é a qualidade do gramado. A ideia da grama sintética foi sugerida pelo ex-presidente do clube, Luiz Gonzaga Belluzzo.

O campo de jogo foi prejudicado pela realização de três shows em outubro, sendo dois do cantor Andrea Bocelli e outro da banda Aerosmith. Por causa deles, o Palmeiras atuou contra o Cruzeiro em Araraquara (SP). Até o final do Brasileiro, estão programadas duas exibições dos Guns N' Roses (11 e 12 de novembro). 

Nesse contexto, o cancelamento dos shows da cantora Mariah Carey no Brasil representou uma boa notícia para os jogadores do Palmeiras. Sem o show, que estava marcado para o dia 1º de novembro, o gramado tem mais chances de se recuperar para a reta final do Brasileirão.

As reclamações dos palmeirenses começaram logo após a partida contra o Grêmio, pela Copa do Brasil, e se estenderam para a partida seguinte, diante do Sport. O técnico Cuca e o diretor de futebol Alexandre Mattos cogitaram até a mudança do local dos próximos jogos do Palmeiras. A construtora se defende informando que o gramado tinha condições técnicas de acordo com a consultoria que cuida da manutenção da arena. Também informa que o Palmeiras participou da vistoria técnica antes da partida contra o Grêmio.
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário