-

Gabriel Jesus explica choro após gol contra o Atlético-MG


Dentro de campo, Gabriel Jesus já apresenta uma maturidade que assusta para um garoto de apenas 19 anos. Fora dele, o jovem atacante do Palmeiras também dá mostras de que é mais maduro que o restante dos meninos da sua idade. Depois de ser chamado de chorão pela torcida do Atlético-MG - Jesus chorou após marcar o gol do Verdão no empate com o Galo -, o jogador deu uma resposta que é um verdadeiro 'cala a boca' para os críticos. 

- As pessoas falam que sou chorão, mas pô, quem não é movido a emoções? Quem não chora? Acontece. As pessoas têm de ver o meu lado, porque tenho 19 anos e estou tendo muitas oportunidades. São meus últimos jogos pelo Palmeiras, minha vida vai mudar completamente, eu sei disso. Não só a minha, mas a da minha família. Fiquei emocionado pelo gol porque estava precisando, não só eu, mas a equipe. Estou emocionado por serem os meus últimos jogos com essa camisa que eu aprendi a amar tanto - afirmou.

Ainda no gramado, após o fim da partida, Jesus teve que segurar novamente as lágrimas ao falar de sua paixão pelo futebol e a emoção de deixar o Palmeiras no final do ano:

- A ansiedade a gente consegue segurar, a emoção é que é difícil. Eu amo jogar futebol, jogo desde pequeno. Quem duvidar pode perguntar para qualquer um. Quando não estou aqui, estou jogando videogame, e é futebol. Isso me move muito, então fico muito emocionado - revelou o garoto.

O técnico Cuca aproveitou a oportunidade para sair em defesa de seu jogador. Na opinião do comandante palestrino, Jesus deveria receber menos cobranças da torcida do Verdão - recentemente, o atacante foi muito criticado por não repetir no Palmeiras as atuações da Seleção Brasileira. 

- Muito bom, sai um peso, uma cobrança até excessiva que existe em cima do menino. Ele jogou até 2 horas da manhã lá no Peru, viajou para cá, se doa, se aplica, se emociona, como se emocionou no gol. Acho que o torcedor palmeirense tem de valorizar, e muito, esse menino. Eu não sei se eu, na situação que ele está, teria tanto amor por um clube como ele está mostrando ter pelo Palmeiras. Ele não teria essa necessidade. Campeão olímpico, na Seleção, vendido para um dos maiores clubes do mundo, e se dedicando na busca pela conquista do campeonato. Se a gente vier a ter essa conquista, ele tem de ser uma pessoa muito enaltecida - argumentou Cuca.
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário