-

Artilheiro do Allianz, Rafael Marques comemora chance como titular


Com a ausência de Gabriel Jesus, convocado para a Seleção Brasileira, o atacante Rafael Marques voltou a figurar entre os 11 titulares do Palmeiras na partida contra o Botafogo-PB, na última quarta-feira, no Allianz Parque, em duelo válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Tranquilo dentro de campo e sorridente fora dele, o camisa 19 não só sofreu o pênalti que deu início à vitória palestrina por 3 a 0 diante dos paraibanos como também marcou mais um gol com a camisa do Verdão, tornando-se o principal artilheiro da história da arena alviverde com 11 tentos ao lado de Cristaldo.

“Desde a minha volta, eu deixei claro que estava contente porque o sentimento era de voltar para casa e tentar mostrar a qualidade que não mostrei na primeira vez, até porque era muito jovem. No ano passado, já bem calejado no futebol, conseguimos o título da Copa do Brasil. Neste ano, eu deixei claro que queria disputar a Libertadores, não queria que tirassem isso de mim. Óbvio que não tive uma sequência, não que me incomode, mas procurei sempre trabalhar e respeitar o momento de cada jogador. Sempre chego cedo e sou um dos últimos a sair, sempre contente. Voltei a jogar, mas o mais importante foi ajudar”, comentou.

O palmeirense, entretanto, não vê Jesus como um concorrente direto de posição na equipe. “Não disputo com o Gabriel (Jesus), até porque é uma posição em que eu não vinha jogando. Essa posição é do Gabriel, não tem como disputar com ele. Sabemos do momento dele, da qualidade que ele tem, que está na Seleção e que foi campeão olímpico. Desde o começo do ano, eu sabia que seria uma disputa sadia. O elenco é grande, eu tinha de estar preparado como sempre para, quando fosse preciso, poder atuar e ajudar. Graças a Deus, nas duas partidas em que joguei como titular e centroavante, eu pude mostrar qualidade e ajudar”, celebrou o atleta. “Você tem de se preparar em qualquer profissão para chegar e fazer o melhor. Se no treino eu fizer o trabalho como 9, não tem problema nenhum. E foi o que aconteceu nesses meses, eu treinei como centroavante e pude ajudar como 9”, emendou.

Já sobre o futuro do líder Palmeiras no Campeonato Brasileiro, Rafael Marques mostrou muita confiança. “Estamos focados, temos uma equipe madura, encorpada e com espírito de campeã. Espero que possamos pontuar o máximo possível nos próximos jogos”, disse. “Temos de dar o máximo em todas as partidas, fazer sempre uma final. Os jogos do segundo turno são de seis pontos, mas temos de dar passo a passo, e aí sim teremos lá no final o que tanto queremos, que é ser campeão”, completou o atacante, que já mira o clássico contra o São Paulo, na quarta-feira (07), às 21h45, no Allianz Parque.

“Hoje o meu foco é jogar e atuar bem, esse negócio de (fazer gols em) clássico eu deixo para a imprensa e a torcida. Claro que gosto muito de jogos assim, é uma atmosfera diferente. Não precisa de motivação nenhuma, ela já vem naturalmente, e eu tenho sorte de sempre marcar gols em clássicos. Se eu jogar, espero que neste não seja diferente. Mas, independentemente de fazer gol ou não, o mais importante é sair de campo com os três pontos”, finalizou.
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário