-

Feliz pelo bom momento, Erik não se garante como titular no clássico


O atacante Erik é só sorrisos no Palmeiras. Contratado no início do ano por R$ 13 milhões, o jogador ainda não havia balançado as redes com a camisa do Verdão, mas isso ficou para trás já que na última segunda-feira, o jovem abriu placar contra o Sport, na Ilha do Retiro, em jogo que terminou com a vitória alviverde por 3 a 1. O camisa 14, porém, garante que não desanimou pelo período sem gols.

“Assim que eu cheguei, não estava bem. As coisas não estavam acontecendo. Fui procurado por grandes clubes, mas fiz minha escolha pelo Palmeiras, que têm um grande projeto e está em busca de títulos. Nos momentos em que as pessoas achavam que eu estava triste, eu estava sorrindo, feliz, dando força para os meus companheiros. Sempre acreditando que uma hora as coisas iam acontecer”, disse o jogador.

Erik chegou a ficar oito partidas sem ser utilizado pelo Palmeiras e, desde que chegou ao clube, atuou como titular apenas três vezes. Contra o Sport, foi a primeira oportunidade do jogador de completar 90 minutos em campo. O atleta revelou o apoio que recebeu da família e dos companheiros nos momentos complicados.

“Sempre converso bastante com meu pai e minha mãe, que estão em Goiânia. Além disso, é uma alegria jogar com atletas jovens assim do lado, no vestiário tem uma alegria, no hotel todos felizes. Quando você entra em campo você está bem leve, bem tranquilo para jogar um bom futebol”.

Com os desfalques de Gabriel Jesus e Róger Guedes, Erik deverá ter uma sequência como titular da equipe na próxima terça-feira, quando o Palmeiras recebe o Santos, no Palestra Itália, às 20h30 (de Brasília). O atacante, porém, preferiu não se confirmar entre os atletas que iniciarão o clássico.

”Ainda tem mais uns trabalhos aí. O professor é bastante inteligente, sabe o que vai fazer. Vamos esperar para ver como vai ser montada a equipe. Com relação ao Guedes e ao Jesus, tenho certeza que quem jogar vai estar preparado para suprir a ausência deles, e de outros que podem não jogar também”, finalizou.
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário