-

Cuca questiona postura de Vuaden: "Pega o cartão como se fosse revólver"


Expulso pelo excesso de reclamações aos 36 minutos do segundo tempo da partida entre Ponte Preta e Palmeiras, o técnico Cuca questionou a decisão de Leandro Pedro Vuaden de retirá-lo do gramado do Moisés Lucarelli. Segundo o treinador palmeirense, o árbitro pegou o cartão "como se fosse um revólver". Apesar de elogiar o árbitro gaúcho, ele pediu que o lance seja analisado pela comissão de arbitragem e, caso seja constatado o erro, sua expulsão seja anulada.

"O Vuaden é o cara da arbitragem que eu mais gosto. Ele foi 'peitudo' em um jogo em que eu dirigia o Fluminense. Pelo gol que ele anulou mal aqui hoje, ele tem que ser trocado. Por que tem que pegar o cartão como se fosse um revólver? Que desrespeito que o treinador tem com ele para agir dessa forma? Se foi falta naquele lance em que eu fui expulso, eu volto atrás. Se não foi, ele que tire o cartão que me deu", declarou o técnico.

Cuca afirmou que o Palmeiras teve altos e baixos no duelo em Campinas, mas exaltou as atuações individuais de Moisés, autor de um gol nos minutos finais, e Cleiton Xavier.

"Jogar em Campinas não é fácil. A Ponte tem força jogando em casa. É o tipo do jogo que quem fizer o primeiro gol leva vantagem. E a Ponte teve isso. Tivemos alguns momentos bons e outros ruins. Temos que melhorar para a partida contra o Fluminense. Jogadores vão entrando. Ficamos felizes de ver o Moisés entrar, o Cleiton Xavier disputar o jogo inteiro", analisou.

O Palmeiras recebe o Fluminense na quarta-feira, às 21h45, no Allianz Parque.



Fonte: UOL
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário