-

Cuca já nota efeitos do trabalho, mas avisa: “Não estou nem na metade”


Há pouco menos de dois meses à frente do Palmeiras, o técnico Cuca reconhece que já sentiu alguns efeitos do trabalho da comissão técnica. Focando nas variações táticas ao longo de um mesmo jogo, e na formação de uma base ideal, o comandante admite que não está nem na metade do projeto que pretende desenvolver.

Recorrendo novamente à concentração em Atibaia (SP) para preparar o time para a estreia do Campeonato Brasileiro, sábado, contra o Atlético-PR, Cuca estudou variadas formações para a equipe no jogo-treino contra o Guarani, na última quarta, em atividade que terminou em goleada do Verdão.

O diferencial para o treinador, no entanto, está na movimentação e na criação de espaços sem a bola. “É coisa natural que tem que ter. No Brasil é diferente. Se não tiver uma mexida para a criação de espaços, um cara sem bola para criar o espaço e fazer a diagonal, chegar e fazer o pivô, é difícil. Quando você cria a movimentação é que fica gostoso o trabalho”, valorizou ao conceder entrevista ao Esporte Interativo.

“Não estou nem na metade do trabalho que quero fazer aqui, mas já dá para sentir um efeitozinho”, completou Cuca, responsável por comandar uma reformulação no Alviverde, avalizada pela diretoria, que promoveu trocas entre jogadores e a contratação de um dos destaques do estadual, o lateral Tchê Tchê, vice-campeão pelo Audax.

Eliminado da Copa Libertadores da América ainda na fase de grupos, e fora do Paulistão após perder para o Santos na semifinal, o Palmeiras vem cumprindo uma espécie de pré-temporada para entrar forte no Brasileirão. E falar em título, neste caso, não é utopia alguma.

Para conseguir sucesso nos pontos corridos, Cuca sabe que precisará de um plantel reforçado e jogadores de fibra. O treinador exemplificou o fato com a recuperação de jogadores como Moisés, contratado do futebol croata, e Luan, atacante que vestiu a camisa do Palmeiras anos atrás e, depois de ser emprestado ao Cruzeiro, voltou ao Alviverde.



Fonte: Gazeta Esportiva
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário