-

Robinho vê gol no clássico como estreia no Palmeiras em 2016


Robinho começou 2015 como uma das grandes surpresas do Palmeiras de Oswaldo de Oliveira. Em março do ano passado, já eram quatro gols marcados pelo ex-jogador do Coritiba. Neste ano, ele demorou a engrenar. Balançou a rede pela primeira vez somente no último domingo, no clássico contra o São Paulo. Mas foi em grande estilo.

Após receber passe de Allione, o meia dominou e bateu de pé esquerdo, da entrada da área, sem dar chance para Denis. Com um passado recente positivo contra o Tricolor, o meia espera que o resultado no Choque-Rei fique marcado como a sua "estreia" em 2016.

– Parei para pensar que talvez esse gol tenha sido o meu pontapé inicial, para eu chegar de vez na temporada. Vou levar esse gol como motivação para melhorar, para minha confiança aumentar e poder fazer jogos melhores para ajudar o time – afirmou o atleta. 
Robinho diz que não consegue explicar o motivo pelo qual caiu de rendimento nos primeiros meses da temporada.

– Já parei várias vezes para pensar, não consegui chegar ao ponto. Poderia falar do posicionamento, mas não foi isso porque no ano passado joguei assim também. Estava passando por um momento difícil na parte técnica, estou melhorando na parte física ainda. Vou continuar trabalhando sério, procurando melhorar e voltar a ter atuações boas – completou.

Com Marcelo Oliveira no comando, Robinho foi o ponto de variação do meio-campo, principalmente por causa da qualidade no passe. Depois de ser escalado centralizado e aberto pela ponta e mais recuado, o jogador vinha sendo utilizado como terceiro volante. 

Ele admite que suas más atuações vinham comprometendo a criação de jogadas da equipe.

– É uma função que eu gosto de fazer, de terceiro homem, porque você joga livre praticamente. Difícil o adversário que consegue achar marcador para essa função. Não estava conseguindo render, e isso me incomodava muito, estava atrapalhando o time. Eu e o Marcelo vínhamos sendo cobrados. Só tenho a agradecer ao Marcelo, sempre confiou em mim, mesmo não estando bem – admitiu.

Na última segunda-feira, Cuca foi apresentado na Academia de Futebol. O treinador conversou com os atletas no campo, mas só acompanhou uma atividade com os reservas. Nesta terça-feira, o treinador, que já mexe com o grupo, deve trabalhar pela primeira vez com todo o elenco.

– Estou bem ansioso e empolgado. É um treinador que conquistou muitos títulos. Ele já me conhece, trabalhei com ele pouco tempo no Santos (2008). Ele está preparado para fazer um grande trabalho aqui, nós estamos na expectativa de poder ajudá-lo – declarou o meia, que disse não escolher posição:

– Se o Cuca perguntar onde eu quero jogar, o que eu tenho certeza que isso jamais vai acontecer, vou pedir para jogar centralizado como meia. Mas onde ele achar que eu devo jogar, eu vou procurar trabalhar. Como segundo volante, ou como meia, ou aberto... Vou fazer a função como ele quiser – acrescentou.



Fonte: Globoesporte.com
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário