-

Palmeiras tem queda de receita de jogos e atribui cenário à crise econômica


O Palmeiras voltou a atuar em seu estádio há quase 16 meses e, desde então, leva muitos torcedores ao Allianz Parque. No começo desta temporada, porém, a arena alviverde tem recebido um público inferior ao registrado no ano passado. Com isso, o clube alviverde deixou de lucrar quase R$ 900 mil nos primeiros jogos de 2016.
 

Depois de cinco partidas disputadas no Allianz Parque nesta temporada, incluindo o jogo contra o Rosario Central-ARG, pela Libertadores, a arrecadação chegou a 6,9 milhões, contra R$ 8,6 milhões registrado no mesmo número de confrontos em 2015. A soma renda líquida passou de R$ 5,01 milhões para R$ 4,14 milhões.
 

Segundo Paulo Nobre, presidente do Palmeiras, o clube alguns fatores contribuem para a queda de bilheteria e média de público. Um deles é a crise econômica que o Brasil vive, além da opção de alguns torcedores pelos jogos da Libertadores.
 

"Atribuímos (essa situação) à ardida recessão que o Brasil atravessa e à concorrência que a Libertadores faz aos jogos do Paulista. Estamos atentos e procurando soluções para não faltar recursos no final do ano", disse o dirigente à reportagem do UOL Esporte.
 

Para tentar manter os números do ano passado, a diretoria alviverde diminuiu o valor dos ingressos. A média de preço das entradas passou de R$ 68,25 no início de 2015 para R$ 57,43 nos jogos da atual temporada (quatro partidas pelo Paulistão e um pela Libertadores -- no ano passado, foram dois amistosos e mais três duelos pelo estadual).
 

O Palmeiras decidiu abaixar o preço das entradas até mesmo no primeiro jogo da competição continental. Na ocasião, 36,1 mil torcedores pagaram ingresso, com valor médio de R$ 67,87. Na final da Copa do Brasil, por exemplo, cada espectador pagou em média R$ 134,56.
 

Público inferior também na Libertadores
Em 2016, a média de público do Palmeiras no Allianz Parque é de 23.992 torcedores, contra 25.124 dos primeiros cinco jogos da temporada anterior. O número de torcedores presentes à arena na partida contra o Rosario é apenas o décimo melhor público em 43 jogos disputados na arena.

 

O número é inferior, por exemplo, aos registrados em algumas partidas do Brasileirão, contra o Inter (36.199), Avaí (37.530), Atlético-PR (38.794) e Flamengo (37.739). O fato se repetiu nas decisões da Copa do Brasil, diante de Fluminense (38.562) e Santos (39.660) -- a final do torneio marcou o recorde de público do Allianz Parque.
 

O Palmeiras volta a jogar pela Libertadores nesta quarta-feira. Dois dias antes, 30 mil ingressos tinham sido vendidos. O clube ainda receberá 450 mil dólares da Conmebol (R$ 1,7 milhão). Nas oitavas de final, a entidade repassará 750 mil dólares (R$ 2,8 milhões).
 

Confira os números do Palmeiras no Allianz Parque:
2016 (5 jogos)
Renda bruta: R$ 6,9 milhões
Lucro: R$ 4,1 milhões
Público total: 119.961
Média de público: 23.992
Ingresso médio: R$ 57,43

 

2015 (Primeiros 5 jogos)
Renda bruta: R$ 8,6 milhões
Lucro: R$ 5,0 milhões
Público total: 125.622
Média de público: 25.124
Ingresso médio: R$ 68,25

 

Total (43 jogos)
Renda bruta: R$ 90,1 milhões
Lucro: R$ 60,5 milhões
Público total: 1.251.366
Média de público: 29.102
Ingresso médio: R$ 71,98
 



Fonte: uol
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário