-

Mais magro, Cristaldo fala sobre nova rotina e vibra com boa fase no Verdão


Menos utilizado na equipe principal depois das chegadas de Lucas Barrios e Alecsandro, Cristaldo começou 2015 dando uma atenção ainda mais especial à preparação física. Com uma rotina de trabalho diferente, e mais de cinco quilos mais magro desde a pré-temporada, o argentino conta também com o apoio de um personal trainer para atividades fora da Academia.

Sempre querido entre os torcedores do Verdão, o atacante aproveitou a chance dada por Marcelo Oliveira nas últimas três partidas para mostrar que tem espaço na equipe alviverde. Depois de sair do banco e marcar contra a Ferroviária, o camisa 9 foi escolhido para ser o titular contra Rosario Central, na Libertadores, e Capivariano, no Paulistão, quando marcou duas vezes e ajudou a equipe a afastar a pressão que tanto incomodava o elenco desde o início do ano.

– Perdi, do começo da pré-temporada até hoje, 5,5 kg. Só o Keko (cachorro) que está muito gordo (risos). Meu tipo físico faz parecer que eu estou gordo, minha cara redonda também. No ano passado eu estava um pouco acima do peso. Se você não joga é difícil, mas agora estou me dedicando, provando outras coisas – afirmou, sem perder o bom humor tradicional.

– Eu estou me sentindo muito bem. Para um jogador que não atua, às vezes é ruim, ainda mais aqui no Brasil, porque você se concentra e se alimenta como se fosse jogar. Aí você entra 10, 15 minutos, e isso custa na parte física. Perder essa gordura é mais difícil, você fica mais pesado. Cada vez mais o jogador tem que se preocupar com o que acontece dentro e também fora de campo. Hoje em dia não somos mais apenas jogadores, temos que ser atletas – completou.

Para Cristaldo, o trabalho físico tem influenciado diretamente no seu desempenho dentro de campo. Em seis partidas disputadas em 2016, o atleta marcou três gols e já teve até escalação confirmada para a partida contra o Nacional, do Uruguai, na próxima quarta-feira, pela terceira rodada do Grupo 2 da Taça Libertadores da América.

– Não são todos os dias (de trabalho físico). Agora que estou jogando o trabalho é mais na recuperação, mas eu priorizo muito o trabalho de estabilidade. Na minha posição, eu tenho que estar forte para dar uma segurada nos zagueiros, que são todos grandes e fortes – disse o argentino, na saída do vestiário da arena.

Depois de dar assistência para Allione abrir o placar contra o Capivariano, Cristaldo chamou a responsabilidade na cobrança de pênalti, logo no início do segundo tempo. Com um chute forte no meio do gol, o argentino ajudou o Verdão a encaminhar o triunfo no Paulistão, resultado que dá mais tranquilidade ao grupo antes de um confronto importante na Libertadores.

– Muda tudo, muda o clima do vestiário, o clima do torcedor, da família. Futebol é cabeça. Pegar confiança antes de um jogo como o de quarta é muito bom – declarou o camisa 9.



Fonte: Globoesporte.com
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário