-

Jean defende técnico e diz que jogo é importante para todos no Verdão


O clima é de decisão do Palmeiras. O duelo contra o Rosario Central, nesta quinta-feira, pela segunda rodada do Grupo 2 da Taça Libertadores da América, não vale título ou classificação na competição continental. Mas o duelo contra os argentinos é encarado com muita seriedade na Academia de Futebol.

O principal motivo da atenção redobrada é a sequência negativa do Verdão na temporada. Ainda sem vencer como mandante na temporada, o time de Marcelo Oliveira acabou derrotado pela Ferroviária no último domingo, pelo Campeonato Paulista, o que aumentou a pressão sobre o trabalho da comissão técnica.

– É uma partida decisiva, tem uma importância muito grande para todos nós. Não só para A ou B. Para sairmos dessa sequência chata sem vitórias. Acho que todo mundo está bem focado e sabe da importância que tem essa partida (contra o Rosario), ainda mais pelo resultado negativo da última – disse o volante Jean, em entrevista coletiva na tarde desta terça-feira.

Publicamente, os jogadores defendem o trabalho de Marcelo Oliveira no comando da comissão técnica e tentam chamar a responsabilidade pela irregularidade da equipe neste início de ano. Internamente, dirigentes questionam os resultados nos primeiros meses de 2016 e colocam o treinador em risco de demissão caso o Palmeiras não vença o Rosario, na quinta-feira.

– Não passa pela nossa cabeça (saída do técnico Marcelo Oliveira). Acredito que logo vamos engrenar, conseguir uma sequencia boa de vitórias. Estamos conseguindo chegar ao gol adversário. Não quero nem pensar nesse tipo de especulação – disse Jean.

– Isso acontece em qualquer clube brasileiro quando não tem uma sequência de vitórias, ainda mais em um time tão grande quanto o Palmeiras. É chato, ninguém gosta de trabalhar em lugar que falam: 'Se perder vai sair, acontecer isso ou aquilo'. Temos de focar no trabalho, para conquistar a vitória o quanto antes e tirar essas especulações – completou.

O Palmeiras trabalha nesta terça-feira na Academia de Futebol, mas sem a presença dos jornalistas, como pode ser também na quarta. Às 21h45 (de Brasília) do dia seguinte, recebe o Rosario na arena, pela segunda rodada do Grupo 2 da Taça Libertadores da América. Os dois times estão empatados com um ponto, ao lado dos uruguaios River Plate e Nacional.



Fonte: Globo Esporte
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário