-

Cuca aceita salário "dentro da realidade" e não pede reforços


Nesta segunda-feira, Cuca assinará contrato e será apresentado como novo técnico do Palmeiras, já sem pensar em mexer demais nos cofres do clube. O diretor de futebol Alexandre Mattos disse que o novo comandante tem um salário dentro da realidade do Verdão e não pediu reforços para o resto da tempo.

“O Cuca, absolutamente, não pediu reforços”, contou o dirigente, na saída do Pacaembu, onde o time bateu o São Paulo por 2 a 0, pelo Campeonato Paulista. “Ele vem muito motivado, absolutamente dentro da realidade do Palmeiras. Isso demonstra a motivação dele”, prosseguiu Mattos.

A vontade que Cuca sempre manifestou de trabalhar no Palmeiras, onde atuou como jogador em 1992, facilitou a negociação. O acordo só foi anunciado no fim da noite deste sábado porque ainda faltavam acertos em relação à comissão técnica, mas houve rapidez nas conversas.

Mattos, porém, garante que o nome do novo técnico não foi especulado até quarta-feira, quando Marcelo Oliveira foi demitido, minutos após a derrota pra o Nacional do Uruguai, no Palestra Itália, pela Copa Libertadores da América. Ficou claro, porém, que Cuca era considerado o substituto imediato, já que as tratativas se iniciaram ainda na madrugada de quarta para quinta-feira.

“O Cuca foi cuidado na madrugada de quarta para quinta, depois do jogo. Precisamos ter ética, convicção, senão a bola não entra mesmo. Se você pensa em tirar um funcionário com ele aqui, está errado. Comunicamos o Marcelo e trabalhamos até as 4h com o Cuca. Acertamos que falaríamos no domingo, mas ontem, em ligações, as coisas caminharam verbalmente”, contou Mattos.

Com Cuca, a única novidade é Omar Feitosa, que foi gerente de futebol do clube até o fim de 2014, trabalhou como técnico em 2015 no Jaraguá-SC e no Brasília e, agora, volta ao Palmeiras como preparador físico. “O Omar foi um pedido do Cuca. Sabemos da qualidade dele como preparador físico e, exclusivamente como preparador físico, para trabalhar com o Cuca”, contou Mattos, lembrando que o técnico e o novo preparador trabalharam juntos no São Paulo, em 2004.



Fonte: Terra
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário