-

De novo garçom, Robinho turbina salário com assistências


Há cerca de três semanas, Robinho falou grosso na Academia de Futebol e se dizia “nem aí” para os pedidos por um camisa 10 no Palmeiras. Em campo, o jogador tem feito valer o seu discurso: líder em assistências em 2016, ele será mais uma vez titular neste domingo, às 17 horas (de Brasília), quando o Verdão enfrenta a Ferroviária, no Allianz Parque.

Além da óbvia importância para a equipe, os passes para gol têm, também, turbinado os vencimentos do meia. Em seu contrato, uma das cláusulas de produtividade é o número de assistências dadas.

Nos oito jogos que fez no ano, Robinho deu quatro passes para seus companheiros balançarem as redes, além de cobrar um escanteio que gerou gol contra do São Bento, e roubar a bola para Alecsandro fazer o terceiro contra o XV. Nas contas do clube, são seis assistências no ano. O mais próximo dele no quesito é o próprio Alecsandro, com duas assistências.

No atual esquema de Marcelo Oliveira, Robinho atua aberto no losango do meio-campo, com Dudu mais avançado. Ainda que não se posicione como o armador, o camisa 27 é uma peça importante na criação de jogadas.

Com a bola, ele se aproxima de Dudu para municiar a dupla de frente. Quando o Verdão é atacado, o jogador tem de marcar, embora Marcelo Oliveira esteja tentando deixá-lo um pouco mais livre, como na goleada por 4 a 1 sobre o time de Piracicaba. 

– O Robinho precisa participar da marcação, mas estou evitando que ele fique muito atrás para que ele possa exercer a sua técnica – explicou o comandante, na sexta-feira.

Ser o líder de assistências não é algo novo para o jogador, pois em 2015 ele foi o principal garçom do Palmeiras, com 13. Só nos dois primeiros meses desta temporada o jogador chegou a metade destes números.

Opção para um setor em que jogadores criativos sofrem por problemas físicos, como Cleiton Xavier, Fellype Gabriel e Moisés, ou ainda não se firmaram, como Régis, Robinho é o mais efetivo. O enredo é parecido com o do ano passado em que ele fez 52 jogos e foi titular na campanha do título da Copa do Brasil.

Contra um dos melhores times do interior, o camisa 27 tenta fazer o Verdão chegar embalado para o duelo de quinta, contra o Rosario Central (ARG), pela Libertadores. Se der outra assistência nesta tarde, além de manter-se como protagonista no Verdão, Robinho conseguirá, de quebra, receber alguns bons reais a mais no fim do mês. E assim continuará silenciando os pedidos por outro meia no clube.

LANCES DECISIVOS DE ROBINHO

Botafogo-SP: No primeiro jogo do Campeonato Paulista, o meia acertou lindo lançamento para Dudu já no fim do jogo. O atacante dominou e bateu bem para fechar o placar da vitória alviverde por 2 a 0.

São Bento: O camisa 27 encontrou Gabriel Jesus dentro da área para abrir o placar no Pacaembu. No fim do jogo, com o time perdendo, Robinho ainda cobrou o escanteio que gerou o gol contra de João Paulo e garantiu o empate para o Verdão.

XV: Sua partida mais efetiva em 2016. Robinho começou cobrando o escanteio do primeiro gol palmeirense, marcado por Vitor Hugo. Depois, roubou a bola para Alecsandro marcar o terceiro gol palmeirense e acertou mais um bom lançamento, desta vez para Gabriel Jesus, de cobertura, fechar o placar.



Fonte: Lancenet!
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário