-

Robinho "vira profissional" após título e assegura protagonismo no Verdão


O meio-campista Robinho tem no currículo um título de Libertadores da América, mas sem entrar em campo: pelo Santos, em 2011. Titular na campanha que levou o Palmeiras à terceira conquista de Copa do Brasil de sua história, quatro anos depois, o jogador afirma que, enfim, "virou profissional" ao ser protagonista do Verdão. 

– Eu sempre brincava com a minha mulher, dizendo que eu ainda não era um atleta profissional, porque não tinha conquistado um título nacional, só estaduais. Ganhei a Libertadores no Santos, mas não joguei nenhum jogo. Agora joguei todas as partidas praticamente, não tinha tido essa experiência. Foi sensacional – afirmou. 

– Eu cheguei com muita confiança, apesar de muitas pessoas não acreditarem. Acreditei que eu seria titular e viria para jogar. Sou campeão, tenho mais três anos de contrato... Consegui fazer o que eu queria, que era ser titular, jogar o ano inteiro, fazer gols e dar assistências. Foi um ano perfeito. 

A importância de Robinho na equipe comandada por Marcelo Oliveira ficou evidente quando ele virou desfalque em todo o mês de outubro, por conta de uma lesão na coxa. O técnico ficou sem opções para o meio-campo e sofreu para passar pelo Internacional nas quartas de final da Copa do Brasil. 

Quando o Campeonato Brasileiro deixou de ser uma alternativa para conquistar a vaga na Libertadores, Robinho admite que temeu o pior. Com o título da Copa diante do Santos, o Palmeiras assegurou o fim de ano em paz. 

– Eu estava com medo de terminar o ano sem conseguir nada, sem Libertadores, sem título. Estava nervoso. Mas correu tudo bem, foi maravilhoso. Vai ser um 2016 diferente. Temos um grupo montado, confiante por títulos. Será um grande ano – apostou. 

Na próxima quarta-feira, quando o elenco alviverde se reapresenta na Academia de Futebol, a concorrência para Robinho aumentará: além de Cleiton Xavier, recuperado de lesão, o meia ainda terá de concorrer com Moisés e Régis, recém-contratados para o setor. À torcida, ele garante: vai crescer ainda mais em 2016. 

– Podem esperar um cara dedicado, que procura sempre o melhor para a equipe. Isso ajuda muito o time. Tenho aplicação, muita personalidade e não vou mudar. Cada vez mais vou assumir a responsabilidade.



Fonte: Globoesporte.com
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário