-

Rebato provocação na canela, diz Vitor Hugo a rivais da Libertadores


A Copa Libertadores da América de 2016 dará a Vitor Hugo a primeira chance de uma partida internacional como profissional, e o zagueiro já avisa seus adversários: independentemente de entender o que os rivais falarão em espanhol, o jogador do Palmeiras garante que não se intimidará.

“Não tem provocação nenhuma, não, rapaz. Rebato provocação é no tornozelo, na canela, não estou nem aí”, avisou Vitor Hugo, sorrindo, em entrevista à Gazeta Esportiva. Pelo Verdão, o zagueiro se destacou tanto pelas divididas que até sofreu concussão cerebral e fraturou a face em disputa aérea em jogo contra o Avaí, pelo Campeonato Brasileiro.

A conquista da Copa do Brasil serviu como uma trajetória de experiência para o jogador de 24 anos. Para conquistar seu primeiro título na carreira, em sua temporada de estreia no Verdão, o zagueiro encarou centroavantes experientes como Fred, do Fluminense, e Ricardo Oliveira, do Santos.

Vitor Hugo sempre mostrou o estilo aguerrido que fez o Palmeiras desembolsar 1,5 milhão de euros (cerca de R$ 6 milhões na época, no fim de agosto) e ampliar seu contrato até agosto de 2020. Agora, chegou a hora de usar seu passaporte pela primeira vez por conta da profissão.

“Ainda não tive oportunidade de jogar fora do Brasil. Só estreei meu passaporte na lua de mel. Agora vou ter a oportunidade de usá-lo para trabalhar”, comemorou o animado defensor, que terá pela frente o uruguaio Nacional, o argentino Rosario Central e o vencedor do duelo entre o Universidad de Chile e do uruguaio River Plate pelo grupo 2 da Libertadores.



Fonte: Gazeta Esportiva
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário