-

Defesa zerada rende elogios de Marcelo: "Poucos sustos"


O Palmeiras não conseguiu conquistar o título do quadrangular que disputou no Uruguai – perdeu nos pênaltis, por 4 a 3, para o Nacional. Porém, uma estatística orgulhou o técnico Marcelo Oliveira: a equipe melhorou defensivamente e não sofreu nenhum gol no tempo normal dos jogos que disputou.

Além da vitória por 2 a 0 sobre o Libertad e do empate sem gols com o Nacional durante os 90 minutos, o Palmeiras também goleou o River Plate por 4 a 0 em jogo-treino disputado em dois tempos de 30, na última quinta-feira. Mesmo sem Vitor Hugo, a defesa se manteve firme e agradou o treinador.

– Eu até comentei no vestiário. Temos aspectos que podemos melhorar, mas alguns foram bons. Sofremos poucos sustos. O Prass não esteve cara a cara com o adversário praticamente, foram chutes mais esporádicos. A zaga foi bem, a linha de quatro – resumiu Marcelo.
Ponto de instabilidade da equipe que conquistou a Copa do Brasil no fim do ano passado, a defesa do Palmeiras ganhou três reforços para este ano: Edu Dracena e Roger Carvalho, contratados de Corinthians e Botafogo, respectivamente, e Thiago Martins, que voltou de empréstimo do Paysandu.

Dracena já se firmou entre os titulares e mostrou-se à vontade nas duas partidas pelo quadrangular do Uruguai. Leandro Almeida, muito criticado no ano passado, deu conta do recado na ausência de Vitor Hugo, vetado por precaução. Roger e Thiago tiveram boa apresentação diante do River Plate do Uruguai.

Se em 2015 Marcelo Oliveira não conseguia achar uma dupla ideal, nesta temporada já inicia com Vitor Hugo e Edu Dracena como base para a estreia oficial, diante do Botafogo, em Ribeirão Preto, no dia 31, pela primeira rodada do Paulistão.



Fonte: Globoesporte.com
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário