-

Após empréstimo, Thiago Martins sonha com titularidade e chance na Libertadores


Contratado em 2013 como promessa do Mogi Mirim para as categorias de base do Palmeiras, o jovem zagueiro Thiago Martins terá a sua grande oportunidade no clube nesta temporada. Com outros quatro companheiros de posição, o palestrino disputa uma vaga na equipe ao lado do titular Vitor Hugo, que foi um dos destaques do Verdão em 2015. De volta de empréstimo ao Paysandu, o atleta se vê mais experiente para ajudar o Alviverde a conquistar seus objetivos no ano.

"Eu precisava tomar essa pancadinha e ganhar experiência, e essa pancadinha foi muito boa para mim. Agora é voltar ao Palmeiras e fazer tudo o que eu fiz lá no Paysandu, sempre tentando melhorar para dar certo aqui também", falou. “A gente está conversando bastante. Cada vez mais estão chegando jogadores que já têm nome no mercado. A gente tem de se dedicar ao máximo para, quando chegar a oportunidade, entrar e fazer o que fizemos em 2015", emendou o jogador, referindo-se ao amigo Victor Luis, que também foi reintegrado ao elenco palmeirense depois de atuar pelo Ceará.

E o alto número de jovens da base alviverde no atual elenco anima o defensor por uma chance entre os 11 iniciais do técnico Marcelo Oliveira. "Ter este respaldo de mais jogadores da base, mais atletas novos, para a gente é muito bom. A gente quer entrar e ficar junto com a garotada que já estava ano passado e, com certeza, buscar uma titularidade", declarou. "O Marcelo Oliveira sempre pede para treinar forte porque vamos ter muitas competições. É continuar treinando forte, focado e com o elenco todo junto. O nosso elenco é muito bom", completou.

Entusiasmado, o zagueiro sonha com os duelos pela Copa Libertadores. "Eu e o Vitão (Vitor Luis), a gente brinca no quarto: 'Caraca! Jogar Libertadores...'. Qualquer um quer. Na hora em que tiver a oportunidade, é entrar e agarrar porque não é fácil”, projetou, ressaltando também a importância da renovação de contrato do atacante Rafael Marques. "Ficamos muito felizes ontem quando ele chegou. Trabalhei pouco com ele, mas pelo que vi ele é um cara gente boa, chega no treino sempre alegre, feliz, com aquela caixinha de som dele. Agora é chegar nele e ir ganhando a experiência que ele pode nos passar", finalizou.



Fonte: Site Oficial
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário