-

Sorteio da Libertadores impede empréstimo de Allione ao Rosario Central


O meia Agustín Allione falou abertamente sobre o desejo de defender o Rosario Central na próxima temporada, mas o sorteio dos grupos da Copa Libertadores, realizado na última terça-feira, impedirá uma eventual negociação, já que o time argentino e o Palmeiras acabaram na mesma chave.

Rosário Central, Palmeiras, Nacional e o ganhador do confronto entre Universidad de Chile e River-URU formam o Grupo 2 do torneio continental. Segundo Tomás Budelli, representante de Allione, o time brasileiro já manifestou a decisão de seguir com o meia, que tem contrato até junho de 2019.

"O Palmeiras resolveu não emprestá-lo. O fato de que os dois times tenham caído no mesmo grupo foi a gota d'água. É impossível que o Palmeiras empreste um jogador a um rival direto. Se ainda havia um fio de esperança, acabou. Todas as portas se fecharam", disse o agente em declarações reproduzidas pelo jornal La Capital.

Na tentativa de conseguir o empréstimo de Allione, Budelli contou ter conversado com integrantes da diretoria do Palmeiras, sem sucesso. "Na última reunião que tivemos, disseram que não podiam fazer a negociação porque precisam dele para a Libertadores. Lamentavelmente, não deu certo. Vai ter que jogar no Gigante de Arroyito com a camiseta verde", disse.

Fabio Garcia, integrante da diretoria do Rosario Central, também lamentou a situação. "Ele jogou muito pouco (no Palmeiras), mas o técnico não o larga. Ainda por cima, trouxeram outro jogador da mesma posição. Isso de cair no mesmo grupo vai contra nossos desejos", declarou.

Terceiro colocado na última edição do torneio nacional argentino, o Rosario Central procura fortalecer seu elenco para a Copa Libertadores - Allione foi indicado pelo técnico Eduardo Coudet. Diego Monarriz, auxiliar do treinador, reiterou que a vontade do atleta é mudar de clube e reclamou.

"Ele morre por vir, está enlouquecido. Quer triunfar aqui. Mas os detalhes contratuais complicam tudo. Não teve muitas participações no Palmeiras nesse ano e por isso procurou uma saída. Há contratos assinados, mas nunca pensam na pessoa", reclamou.



Fonte: ESPN
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário