-

Marcos pode ter jogo festivo no Allianz Parque em 2016, revela jornal


Em tempos de Fernando Prass, o goleiro Marcos pode ganhar nova homenagem do clube, agora no reformado Palestra Itália. A informação veiculada pela Folha de S.Paulo nesta sexta dá conta que o eterno camisa 12 tenta negociar com o Palmeiras um jogo festivo para 2016, ano que marcará meia década de sua última partida oficial pelo clube.

O jornal paulista apurou que o ex-jogador e a diretoria já iniciaram conversas por uma nova comemoração em dezembro de 2016, mas a discussão deve tomar forma nos primeiros meses do próximo ano, quando serão definidos termos como a data e os participantes da partida.

Em campo contra o Avaí, fora de casa, em novembro de 2011, data em que fez sua última partida oficial, Marcos anunciou sua retirada do futebol no início de 2012, ano em que o Palmeiras se sagrou campeão da Copa do Brasil e amargou o segundo rebaixamento à Série B do Brasileiro.

No mês de dezembro, o goleiro ganhou uma despedida no Pacaembu em jogo que opôs campeões da Libertadores de 1999 e pentacampeões pela Seleção em 2002. Às vésperas da despedida completar três anos, o torcedor palmeirense fica na expectativa por uma homenagem a Marcos na nova casa.

Presente no jogo em homenagem a Ademir da Guia no início deste ano, e na homenagem a Alex, Marcos atuou durante parte do primeiro tempo em partidas que só envolveram personalidades palmeirenses, como Edmundo, Evair, César Sampaio e Paulo Nunes. A última participação oficial de Marcos com a camisa do Palmeiras no Palestra Itália foi justamente no adeus à velha construção, antes do início da reforma, quando o Verdão perdeu do Boca Juniors por 2 a 0.

Neste sábado, o goleiro que teve no Alviverde seu único clube da carreira será alvo de mais uma homenagem do clube. Às 12 horas (de Brasília), seguindo a simbologia e até a crença originada pelos feitos de ‘São Marcos’, o camisa 12, será inaugurado, na sede social do clube, o busto do goleiro, que deve ocupar um lugar na notória galeria de bustos que já conta com os de Waldemar Fiúme, Ademir da Guia e Oberdan Cattani.

Em 20 anos de serviços prestados, entre 1992 e 2012, Marcos disputou 532 partidas, com 256 vitórias, 146 empates e 130 derrotas. Além da conquista da Copa Libertadores, em 1999, quando assumiu a titularidade, Marcos levou a Copa dos Campeões de 2000 e o Campeonato Paulista de 2008. O goleiro também ficou conhecido por negar propostas do futebol europeu e permanecer no Verdão durante a disputa da Série B, em 2003.



Fonte: Gazeta Esportiva
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário