-

Marcelo Oliveira pediu para Palmeiras rejeitar proposta pelo meia Allione


O meia Allione seguirá no Palmeiras em 2016. Apesar do interesse declarado do jogador em se transferir para o argentino Rosário Central, a diretoria do Verdão freou as negociações por confiar no potencial do jovem. A sequência do atleta na equipe alviverde foi uma solicitação da comissão técnica aos dirigentes. “Não tem conversa. O [treinador] Marcelo Oliveira conta com o Allione para a próxima temporada”, disse o representante do argentino no Brasil, José Luiz Galante.

Outro fator que impediu a transferência do meia foi o chaveamento da Copa Libertadores. O Palmeiras caiu no Grupo 2 da competição, que conta com o próprio Rosário Central, além do Nacional-URU e do vencedor de River-URU e Universidad de Chile. A diretoria alviverde entende que não é prudente ceder um jogador a um rival direto na competição.

O Rosário Central vinha agindo nos bastidores para conseguir o empréstimo de Allione para 2016. A confiança da equipe num desfecho positivo era tamanha que a negativa do Palmeiras irritou a diretoria argentina. No domingo, um dirigente do clube, Fabio Garcia, concedeu entrevista ao jornal local La Capital e criticou o Verdão por emperrar as negociações.

“Ele (Allione) morre por vir, está enlouquecido e quer triunfar aqui. Mas os detalhes contratuais complicam tudo. Ele não teve participações no Palmeiras nesse ano e procurou uma saída. Há contratos assinados, mas nunca pensam na pessoa”, afirmou Garcia.

Allione foi um dos jogadores contratados a pedido do técnico argentino Ricardo Gareca no ano passado. Ele tem 21 anos e assinou contrato com o Palmeiras até 2019. Com a permanência do meia assegurada, a tendência é que Marcelo Oliveira o utilize com mais frequência na disputa do Campeonato Paulista. A escalação do meia é uma alternativa para poupar os titulares que terão os compromissos da Libertadores pela frente.



Fonte: Gazeta Esportiva
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário