-

Arrepiado, Gabriel Jesus lembra colega morto e quer encontrar família


O atacante Gabriel Jesus ficou arrepiado ao ouvir da Gazeta Esportiva o nome de João Marcos, mais conhecido como Tininho, ex-companheiro nas categorias de base do Palmeiras. Após conquistar seu primeiro título como profissional, o garoto lembrou o amigo, assassinado em 2014.

Gabriel Jesus e João Marcos foram companheiros na equipe sub-17 do Palmeiras. Tininho, também atacante, acabou baleado de maneira fatal em maio de 2014, pouco depois de ser liberado pela Fundação Casa, na cidade de Guarulhos. Ele tinha contrato com o clube até o fim de 2015.

Os garotos pretendiam homenagear Tininho com o título do Campeonato Paulista Sub-17 de 2014, mas acabaram derrotados pelo Santos na final. No primeiro jogo da Copa São Paulo 2015, Gabriel Jesus recordou o amigo com uma camiseta por baixo do uniforme após balançar as redes diante da Desportiva.

Cercado por grande expectativa, o atacante foi promovido ao time principal pelo técnico Oswaldo de Oliveira e participou da campanha que terminou com o vice-campeonato paulista diante do Santos, rival finalmente superado pelo jovem na decisão da Copa do Brasil.

“Lembrei, lembrei muito (de Tininho)”, disse Gabriel, com os olhos arregalados, em entrevista exclusiva. “Chego a ficar arrepiado ouvindo você falar dele. Era um parceiro que jogava comigo. É complicado, mas sei que Deus guardou um lugar muito bom para ele lá em cima”, completou.

Em 2015, além de perder a decisão do Campeonato Paulista diante do Santos, Gabriel Jesus, trajado com a camisa 10 da Seleção Brasileira, foi derrotado pela Sérvia na final do Mundial Sub-20. O primeiro título da temporada, conquistado com muito custo, é em parte dedicado ao amigo falecido em 2014.

“Dedico a conquista da Copa do Brasil a ele e à minha mãe. Mais à minha mãe, mas a ele também. Ele merece. Eu vinha batendo na trave e fiquei muito feliz pelo título. Já estava mais do que na hora de ganhar. Nós, jogadores, e a comissão técnica do Palmeiras trabalhamos muito para isso”, afirmou.

Após o assassinato de Tininho, Gabriel Jesus ainda manteve comunicação com a irmã de seu ex-companheiro. Ao trocar de telefone celular, porém, ele perdeu o número da familiar de João Marcos. Em breve, o atacante palmeirense espera retomar o contato.

“Quando a irmã dele me chamava, a gente conversava. Ainda não nos falamos (depois do título da Copa do Brasil). Estou esperando que ela me chame, já que acabei ficando sem o celular dela. Vou procurar, porque gosto muito da família deles”, declarou.

Acompanhado de perto pela mãe Vera Lúcia, Gabriel Jesus, criado na periferia da Zona Norte de São Paulo, vem realizando os mesmos sonhos que João Marcos tinha na época em que ambos eram companheiros nas categorias de base do Palmeiras. Em 2016, a meta é a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

“Fiz meu papel nas vezes em que fui convocado pela Seleção olímpica, mas, como sempre digo, o Brasil tem muitos jovens com idade e potencial para participar das Olimpíadas. Quem conseguir uma vaga vai defender o País em altíssimo nível”, disse o amigo de Tininho.



Fonte: Gazeta Esportiva
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário