-

Zé Roberto prega trabalho e não cogita ficar fora da Libertadores


Jogador mais experiente do atual elenco alviverde, o polivalente Zé Roberto afirmou que cumpre este final de temporada tranquilamente. Com seis jogos pela frente, sendo dois pelas finais da Copa do Brasil, e quatro pelo Campeonato Brasileiro, o meia nega priorizar uma das duas competições, mostrando apetite, e nem imagina ficar de fora da Copa Libertadores em 2016.

Integrado ao elenco em Atibaia (SP), cidade no interior paulista, onde o Palmeiras ficará concentrado até terça-feira, antes do jogo contra o Atlético-PR, Zé Roberto admitiu que, diante dos altos e baixos da equipe, este é o momento certo para reunir o elenco. Além do entrosamento fora de campo, um período mais reservado de treinos qualifica o trabalho.

“O emocional tem que ser trabalhado e não há momento melhor do que esse, em que estaremos praticamente 24 horas por dia juntos. Aumentar a moral é muito importante nesta reta final, mas mais do que isso é o trabalho. É o trabalho que dá oportunidade de corrigirmos o que erramos”, comentou durante entrevista coletiva nesta sexta.

Presente no primeiro retiro que Marcelo Oliveira fez a Atibaia, em junho, antes de o Verdão emendar uma sequência de oito jogos sem derrota, o atleta espera por uma mudança semelhante neste fim de ano. “Uma moral maior te dá força. Estamos em um momento que só dependemos de nós e não dos outros. Faltam seis jogos, e vencendo, acho que nosso objetivo será alcançado”, reconheceu.

Depois de 25 contratações e uma reestruturação geral desde janeiro, não só no time, como no departamento de futebol, o Palmeiras aposta no caminho mais curto – a Copa do Brasil – para ir à Libertadores do próximo ano, já que no Brasileirão o time está a seis pontos do grupo dos quatro primeiros. Ficar de fora é uma possibilidade que nem passa pela cabeça, mas se acontecer, não trará frustrações.

“Nosso pensamento não é de desastre, é sempre positivo. Não pensamos de forma alguma que isso possa acontecer. Ainda estamos brigando por uma vaga no G4 e na Copa do Brasil. Não podemos pensar para baixo, temos sempre que pensar para frente, visando uma vaga na Libertadores do ano que vem”, declarou.


Fonte: Gazeta Esportiva
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário