-

Prass completa 150 jogos pelo Verdão e relembra 5 momentos marcantes


O domingo será especial para o palmeirense Fernando Prass. Herói da classificação do Verdão para a final da Copa do Brasil, quando evitou o empate do Fluminense nos acréscimos da partida e defendeu a cobrança de Gustavo Scarpa na decisão por pênaltis, o goleiro completa neste domingo, diante do Santos, na Vila Belmiro, seu jogo de número 150 com a camisa alviverde.
Contratado em 2013, o goleiro chegou ao clube em um momento conturbado. Rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro e com problemas financeiros, o Verdão vivia o início de uma grande reformulação, já presidido por Paulo Nobre. Três anos depois, com vínculo renovado até o fim de 2017, o atleta de 38 anos comemora o novo momento. 

LEMBRANÇA 1 - ESTREIA
Palmeiras 0 x 0 Bragantino, Pacaembu, 20/1/2013

– Eu vim num período difícil. Time na segunda divisão, pressão enorme, jogando a Libertadores mas com um elenco que não estava preparado para a Libertadores, problemas financeiros, sem estádio, sem a estrutura ideal. Hoje em dia a situação é totalmente diferente. Se for fazer uma pesquisa anônima, muitos jogadores dariam prioridade ao Palmeiras – afirmou.

LEMBRANÇA 2 - LESÃO
Flamengo 4 x 2 Palmeiras, Maracanã, 4/5/2014
– Vim com o contrato de três anos, muita gente falou que era um absurdo fazer um contrato de três anos com um jogador de 35 anos. Quando chega a uma certa idade, você tem de provar mais que os outros. Por isso que trabalho no nível que trabalho, para estar sempre bem. Já achavam muito esses três anos e agora renovei por mais dois. Vou ter mais dois anos para mostrar que posso renovar por mais dois, mais um, e me manter em alto nível.

LEMBRANÇA 3 - PRESSÃO
Palmeiras 1 x 1 Atlético-PR, Allianz Parque, 7/12/2014

– O jogo contra o Atlético-PR, com maior carga emocional e maior pressão que já joguei na minha carreira, eu acho, porque era o último jogo, decidindo rebaixamento, no ano do centenário, precisando de resultados paralelos.

LEMBRANÇA 4 - FREGUESIA
Corinthians 2 x 2 Palmeiras, Arena do Corinthians, 19/4/2015

– O jogo contra o Corinthians, na Arena do Corinthians, eu sou pé-quente lá... (risos) Não perdi nenhum jogo lá. Empatamos e vencemos nos pênaltis aquele jogo que nos deu a classificação para a final do Paulista. Foi boa a sensação de ter pego os pênaltis do Elias, do Petros.

Antes de ser um dos grandes destaques da semifinal da Copa do Brasil, Fernando Prass já havia mostrado estrela em outro momento decisivo. Pelo Paulistão deste ano, em Itaquera, o goleiro defendeu cobranças de pênalti de Elias e Petros na partida em que o Palmeiras eliminou o Corinthians e avançou para a decisão. Hoje ele pensa em mais momentos marcantes.

– Quando completei 100 jogos e me perguntaram de camisa, e eu falei que não queria porque para mim era muito pouco. Não é uma marca inexpressiva. Aqui só eu e o Cleiton temos. Mas eu já tinha muito forte na minha cabeça que eu ia comemorar, apreciar, aproveitar, mas que teria mais jogos. Com mais dois anos de contrato da parar quase fazer mais 150 – destacou.

LEMBRANÇA 5 - EMOÇÃO
Palmeiras 2 x 1 Fluminense, Allianz Parque, 28/10/2015
– Esse último jogo contra o Fluminense, que valeu vaga na final da Copa do Brasil, também muito emocionante. Uma decisão por pênaltis, um jogo dramático. Espero que, em dezembro, eu possa estar relatando o sexto fato, que é ser campeão da Copa do Brasil.

Fonte: Ge
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário