-

Satisfeito com semana livre, Prass se diz ansioso para enfrentar a Ponte


Entre a derrota para a Chapecoense e o confronto diante da Ponte Preta, o Palmeiras terá 10 dias inteiramente dedicados à preparação. No oitavo dia de descanso, o goleiro Fernando Prass exaltou o trabalho realizado neste período e admitiu sentir saudade do Brasileirão, embora ainda não trate a paralisação como ideal.
“A gente sabe que é necessário ter esse tempo de trabalho. O ideal era ter uma semana com jogo na quarta e no domingo, e aí uma semana livre. Dar uma sequência de jogos e também um tempo para trabalhar. Não tem muito como organizar o time treinando uma vez por semana na véspera do jogo. Mas não dá para negar que não tem nada igual à adrenalina e a ansiedade da competição”, confessou.

A pausa na Série A do Campeonato Brasileiro terá fim nesta quarta-feira, quando o Verdão recebe a Ponte Preta no Allianz Parque, às 21 horas. Nesta segunda-feira, o técnico Marcelo Oliveira orientou um coletivo. “Quando os jogos são em sequência, o Marcelo opta pela recuperação e uma ou outra situação tática que ele acha mais necessária”, explicou Prass.

Atualmente, o Palmeiras flerta com o G4 ao lado de dois de seus maiores rivais. Enquanto o time de Marcelo Oliveira aparece em sexto lugar com 45 pontos, São Paulo e Santos são quinto e quarto, respectivamente, com os mesmos 46 somados.

“Não foi o ideal, mas foi melhor que as outras situações de jogos da Seleção. A gente conseguiu fazer tudo o que não conseguia com aquela sequência de jogos. Treino físico, treino tático, de setores, defesa, ataque… Bola parada, posicionamento de defesa, saída de posse de bola, recomposição”, listou o arqueiro alviverde, por fim.

Fonte: Gazeta Esportiva
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário