-

Cleiton Xavier faz temporada pior do que Valdivia no quesito lesão e desfalque


O meio de campo do Palmeiras se tornou um problema para Marcelo Oliveira – na última quarta, após a derrota para a Ponte Preta, o técnico atribuiu o mau momento às ausências de Robinho, Gabriel e Arouca. Citou nominalmente o trio e até se "esqueceu" de outra peça que poderia usar, mas não consegue. Existe no elenco um jogador que, em forma, poderia ajudar e muito a melhorar o meio de campo palmeirense: Cleiton Xavier. O camisa 8, entretanto, não tem estado disponível. Para se ter uma ideia, ele jogou tem um índice de participação nos jogos este ano inferior ao de Valdivia em sua passagem entre 2010 e 2015.
Cleiton chegou ao alviverde no começo do ano, e era a maior aposta para substituir o chileno, que já dava sinais de que não permaneceria do Palmeiras. O meia perdeu a primeira fase do Paulistão por problemas na sua inscrição; depois, passou a sofrer o mesmo mal de Valdivia: as lesões.

Valdivia em sua última passagem pelo Palmeiras atuou em apenas 47% das partidas do clube – menos da metade. Apesar de momentos de brilho em campo, viveu cercado de polêmicas pelas constantes lesões. Cleiton Xavier em 2015 apareceu em campo ainda menos: só jogou 40% dos jogos do time no período em que estava apto a atuar.

Excluindo a primeira fase do Paulista, o alviverde disputou 43 partidas na temporada – Cleiton Xavier esteve em apenas 17. O jogador sofreu uma lesão após o fim do Paulista, e não conseguiu ganhar a posição de titular ao retornar. Entrou em campo pela última vez diante do Cruzeiro, no dia 19 de agosto, nas oitavas de final da Copa do Brasil, antes de se machucar novamente.

Sem os volantes, Marcelo Oliveira frequentemente recua Robinho e Zé Roberto, os principais meias do elenco, para que atuem na função. Os dois não são jogadores de armação, e fazem normalmente um trabalho de segundo volante. Com isso, o alviverde sofre sem um jogador que tenha como características o passe e a visão de jogo no meio de campo.

Apesar das ausências, o comandante alviverde já afirmou que será paciente com Cleiton Xavier. Para ele, o meia ainda precisa se readaptar ao futebol brasileiro.

"O Cleiton precisa de uma grande sequência de jogos. Não está no melhor ritmo nem adaptado ao futebol competitivo jogado no Brasil. Estamos fazendo um trabalho gradativo para que ele ainda possa ser muito útil", disse.

Nesta sábado, diante do avaí, Allione é o único meia relacionado e deve ser o titular no Palmeiras. Voltando de lesão, Robinho e Zé Roberto serão poupados. Já pensando no confronto de quarta-feira, diante do Fluminense, pela Copa do Brasil, o Palmeiras deve utilizar um time misto.

Fonte: UOL Esportes
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário