-

Marcelo troca laterais para ter mais equilíbrio no dérbi contra Corinthians


O Palmeiras será diferente contra o Corinthians. Marcelo Oliveira não afirmou, mas deixou claro, bem ao estilo mineiro de fazer política. E de dar entrevista.

O técnico tem fortes elogios e poucas críticas aos laterais Egídio e João Pedro, os mais cotados a deixarem o time. João Pedro é dono de um futuro imenso e Egídio um jogador de muita importância. Mas, em seguida, vêm os indícios de mudança.

"Ele estava jogando bem, tanto que nossa preocupação era com o lado esquerdo da defesa. Depois, falhou no gol, deu espaço para o Bruno Henrique, mas quem sabe se a defesa tivesse acompanhado e feito a cobertura, o gol não teria saído. Pode ser escalado mas também posso escolher o Lucas, mais veterano que talvez tenha ficado fora por causa de um incômodo", disse o técnico sobre João Pedro.

Já a análise sobre Egídio foi diferente. "Fez boas partidas e tem mais facilidade para atacar do que para defender. Está tendo dificuldades, mas confio nele, o que não significa que está escalado. Em seu lugar pode entrar o João Paulo ou o Zé Roberto, que fez um bom trabalho quando marcou o Sheik."

Marcelo lamentou também a ausência de Gabriel, Zé Roberto, Cleiton Xavier e Arouca contra o Goiás, na derrota por 1 a 0 do meio da semana. "Um meio de campo completo que não pode jogar, então vamos procurando outras opções para montar uma equipe equilibrada", contou.

Dos quatro citados, apenas Zé Roberto deve voltar. Ele deve optar por Thiago Santos como volante e, é lógico, terá Gabriel Jesus. "Vocês não querem saber o time? Então, o Gabriel joga. Está muito bem e é titular. Vai render cada vez mais."

Marcelo quer um time que perca menos chances. "Contra o Goiás, tivemos mais posse de bola e chutamos 13 vezes. Seis delas foram corretas e não marcamos, por infelicidade ou capricho exagerado". E que sofra menos gols.

"Nossa defesa estava sólida, mas começou a sofrer muitos gols. Precisamos melhorar, encontrar zagueiros que casem bem seu futebol com o do parceiro".

Não é pouco, não. Mas é possível. "Temos condições de vencer. Seria ótimo, porque mudaria nosso rumo no campeonato", analisou.

Fonte: UOL
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário