-

Empresa acusa Palmeiras de calote em compra de lateral emprestado à Série B


A Pro Futebol Assessoria Administrativa ingressou com ação de execução por quantia certa contra devedor solvente em face do Palmeiras, por conta de parcela não quitada na aquisição dos direitos econômicos do lateral Weldinho, hoje no Oeste.

A empresa alega que o Palmeiras não quitou R$ 250 mil de uma das quatro parcelas iguais e sucessivas da aquisição do jogador, em fevereiro daquele ano. Com juros e correção, a Pro Futebol exige na Justiça a quantia de R$ 258.889,50.

O processo corre na 9ª Vara Cível da Justiça de São Paulo desde a última sexta-feira. A firma alega que entrou em contato com o Palmeiras no último mês de julho para quitar os valores, mas não obteve resposta e, por isso, optou por ingressar no Poder Judiciário.

Segundo diz a empresa, o que ficou acordado em 2013 foi que o time alviverde pagaria R$ 250 mil todo dia 20 de maio - primeiro naquele ano, depois em 2014, 2015 e 2016. As duas primeiras parcelas foram quitadas, mas a Pro Futebol não recebeu o dinheiro na atual temporada.

Como a ação ainda é nova, o Palmeiras não foi citado pela Justiça, o que deve ocorrer após a ordem de um juiz, o que ainda não aconteceu. O clube, por outro lado, não comenta as ações que correm em seu nome no Poder Judiciário.

Weldinho começou a carreira no Paulista e chegou ao Corinthians em 2011, antes de se transferir ao Palmeiras, dois anos depois. Atualmente, está emprestado pelo clube alviverde ao Oeste de Itápolis.

Fonte: ESPN
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário