-

Allione busca nova chance após recuperação e reestreia no Verdão


Agustín Allione começou o ano como titular do Palmeiras. Foi bem nos amistosos de pré-temporada, teve grande atuação na primeira partida oficial do ano – vitória por 3 a 1 sobre o Audax – e ganhou a confiança de Oswaldo de Oliveira. 

Porém, um problema no joelho direito forçou o meia-atacante a fazer uma cirurgia que o tirou dos gramados por quase seis meses. Agora, ele luta por uma nova chance sob o comando de Marcelo Oliveira.

O tão esperado retorno aconteceu no empate por 3 a 3 com o Corinthians, no último domingo. Após três jogos consecutivos como opção no banco, o argentino, enfim, voltou a atuar – entrou aos 36 minutos do segundo tempo, na vaga de Dudu. 

Na próxima quarta-feira, diante do Internacional, no Beira-Rio, o tempo em campo pode ser maior. Ainda em busca de um time titular ideal, Marcelo Oliveira terá quatro desfalques: Lucas, Robinho, Gabriel Jesus e Dudu. Assim, Marcelo terá de reconstruir o ataque. 

Sem dois titulares do ataque, Allione é uma das opções para atuar aberto pelas pontas, com Alecsandro como referência, no esquema tático em que o Palmeiras vinha jogando nas últimas partidas. Rafael Marques, que perdeu espaço após a entrada de Gabriel Jesus na formação principal, também deve começar jogando. 

– Estamos perdendo quatro jogadores que vinham jogando. É a oportunidade de quem está fora mostrar seu valor. No futebol, não tem como ficar lamentando essas coisas. É lesão, terceiro amarelo, desfalque por cansaço, coisas assim. Por isso o Palmeiras tem um elenco de qualidade, até grande, mas nesses momentos tem de fazer valer – avaliou Alecsandro. 

Além de Allione, o também argentino Mouche mostrou-se recuperado de um problema muscular na coxa esquerda e deverá estar entre os relacionados de Marcelo Oliveira.

Após lesão sofrida em janeiro e diversos jogos somente no banco de reservas, ele voltou a jogar na vitória por 3 a 2 sobre o Cruzeiro, na Copa do Brasil, na semana retrasada.

Fonte: Ge
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário