-

Prass desabafa após mais uma derrota: 'Culpa nossa. Temos de dar algo a mais


A derrota por 2 a 1 para o Coritiba, nesta quarta-feira, foi a terceira seguida do Palmeiras no Brasileirão, após uma sequência de sete jogos de invencibilidade. E o goleiro Fernando Prass mostrou muita insatisfação com o desempenho do time ao tentar explicar a queda de rendimento.

Na visão dele, os jogadores precisam dar o "algo a mais" para o Verdão acabar com o mau momento que vive.

– Temos de ter consciência que não podemos jogar só, temos de disputar e fazer de cada jogo uma decisão. Não faltou lutar, mas não fizemos o algo a mais. E a diferença dos times que chegam para os que ficam pelo caminho é quem consegue fazer o algo a mais. Paramos de fazer isso – disse.

– Precisamos fazer o que estávamos fazendo. Só isso. Não precisa de tanto treino. Precisa se conscientizar que temos de fazer algo a mais. Não é só na parte de correr e lutar, mas na parte técnica. Nosso time tem que se destacar na parte técnica.

Quando o time vivia fase irregular, o técnico Marcelo Oliveira levou o elenco para ficar uma semana em Atibaia, e muitos consideraram como algo fundamental para a recuperação. Para Prass, isso não resolveria o problema.

– Não podemos fazer reunião para se cobrar toda hora. Todo mundo é profissional, tem 30 anos na cara, tem muitos anos de futebol... Acertamos alguns pontos e não é possível que um mês depois todo mundo esqueceu – lamentou.

Para o goleiro, a ausência de Gabriel, que só volta em 2016 após operar o joelho esquerdo, não deve ser colocada como responsável pela fase ruim.

– Não justifico pela ausência do Gabriel. É impensável. No mundo, um ou dois jogadores se tirar do time vai fazer tanta diferença a ponto de passar de sete vitórias para três derrotas, que são o Messi e o Cristiano Ronaldo. Gabriel é muito importante, estava adaptado ao esquema, mas não podemos ser covardes e colocar a culpa na saída do menino. A culpa é nossa – completou.

Fonte: GE
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário