-

"Avisei que não teria retorno", diz Belluzzo sobre investidor de Valdivia


"Ele precisa parar de querer cobrar o Palmeiras". A frase é de Luiz Gonzaga Belluzzo, presidente do Palmeiras em 2009 e em 2010, resumindo a polêmica envolvendo Valdivia e Osório Furlan Jr., conselheiro que topou investir 2,1 milhões de euros (em valores atuais, cerca de R$ 8 milhões), para trazer o chileno de volta para o Brasil há cinco anos. 

O ex-cartola alviverde explicou que foi procurado por Osório para fazer o negócio e avisou que o investimento não teria o retorno esperado. Ainda assim, de acordo com Belluzzo, o empresário insistiu em fazer parte da transação. Após ler as declarações do conselheiro, cobrando o clube por retorno, quis dar a sua versão fato como responsável pela compra.

"O Osório foi atrás de mim, me encontrou na minha casa e pediu para participar do negócio. Se ofereceu a colocar o dinheiro. Ele foi com o advogado e os dois sabem que eu avisei que o negócio era de risco. Na época, eu avisei que trazer o Valdivia não era para ter lucro, porque ele não tem mercado na Europa. Seria um jogador para ajudar o time, para ajudar a vencer e a conquistar títulos. O Valdivia não iria para a Europa. Ele voltaria para o Chile ou então para a Arábia", explicou Belluzzo.

"Eu li a matéria e tenho visto ele sempre cobrando o Palmeiras, mas ele precisa parar de cobrar. Não tem cabimento. O Palmeiras não deve um centavo a ele por esse negócio. E eu queria explicar isso. Ele quis comprar e investir, sabe-se lá o motivo, mas eu avisei que ele não teria retorno. E agora o clube não deve nada para ele. Ele precisa parar de querer cobrar o Palmeiras", completou o economista.

Osório não emprestou dinheiro ao clube. Ele comprou 36% dos direitos econômicos do ex-camisa 10 acreditando que conseguiria ter retorno após uma possível valorização do atleta atuando pela segunda vez no Brasil. Não foi o que aconteceu.

A saída de Valdivia é semelhante às saídas de outros atletas que deixam clubes após o fim do contrato. É o caso, por exemplo, de Wesley, que deixou o Palestra Itália com uma dívida ainda por quitar e já é atleta do São Paulo desde fevereiro.

Osório não foi encontrado para dar a versão de como resolveu participar do negócio. 

Fonte: UOL
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário