-

Palmeiras de 2015 custa quase o dobro na comparação a 2014


O elenco do Palmeiras neste ano é indiscutivelmente melhor do que aquele que quase foi rebaixado em 2014. E, também, bem mais caro: a atual folha salarial ultrapassa R$ 11 milhões mensais, contra R$ 6 milhões até dezembro passado. Os valores foram obtidos pelo Blog com membros do COF (Conselho de Orientação Fiscal).

O aumento nos custos tem a ver com o perfil dos 24 jogadores contratados — dois deles, Ryder e Alan Patrick, já saíram. Zé Roberto, Cleiton Xavier, Dudu, Arouca e Egídio ganham mais de R$ 300 mil mensais, incluindo a produtividade. Valdivia, que só ficará até 17 de agosto no clube, embolsa R$ 500 mil.

A comissão técnica também se tornou mais salgada: Marcelo Oliveira ganha R$ 450 mil por mês, contra R$ 250 mil de Dorival Júnior — demitido em junho, Oswaldo de Oliveira recebia R$ 350 mil.

A folha alviverde só não é mais cara porque Lucas Barrios terá 100% dos salários bancados pela Crefisa. O argentino naturalizado paraguaio custará quase R$ 1 milhão por ano, incluindo salários, luvas e a despesa para a rescisão com o Spartak, da Rússia.

E o Palmeiras banca bem mais do que os 33 jogadores que fazem parte do elenco. Autor de quatro gols no Brasileirão, Felipe Menezes, hoje no Goiás, é um dos atletas emprestados que seguem onerando a folha.

Outros que custam aos cofres ao Verdão são Vinícius e Victor Luís (no Ceará), Renato (Joinville), Denoni (Atlético-GO), Patrick Vieira (Náutico), Weldinho, Mazinho e Rodolfo (Oeste-SP), Luiz Gustavo (Vitória) e Gabriel Dias (Boa-MG).


Fonte: Blog do Jorge Nicola

Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário