-

Marcelo Oliveira faz Verdão reagir com "receita de título"


Qual é o segredo de Marcelo Oliveira? Como explicar a reação fulminante que levou o Palmeiras do 12º lugar ao G4 do Campeonato Brasileiro em oito jogos? Na verdade, não há um segredo, mas alguns "mandamentos" que o atual bicampeão brasileiro conseguiu fazer os atletas absorverem.

A maior exigência do técnico é ter aproveitamento máximo como mandante. Antes da chegada dele, o time acumulava uma vitória, uma derrota e dois empates no Allianz Parque (41,6% dos pontos). Com ele, são quatro vitórias em quatro jogos, dez gols marcados e nenhum sofrido. Um caldeirão!

Mas não adianta só pontuar em casa. Segundo Marcelo, é preciso ter mais de 50% de aproveitamento como visitante para ser campeão. O índice, que era de 44,4% antes da chegada do ex-cruzeirense (uma vitória, um empate e uma derrota), pulou para 52,3% após a vitória por 4 a 1 sobre o Vasco (são duas vitórias, um empate e uma derrota como visitante com ele no comando).

Outra "regra" que vem sendo cumprida é a de não tomar muitos cartões. Em oito jogos com o novo treinador, o Palmeiras recebeu 14 amarelos e nenhum vermelho. Nos seis jogos com Oswaldo, foram 18 amarelos e um vermelho – Alberto Valentim foi interino por uma partida e a equipe não levou cartões.

Manter o elenco todo motivado talvez tenha sido o maior desafio. Por enquanto, tem dado certo: embora já tenha utilizado 25 jogadores desde que chegou (contando o jogo contra o ASA, na Copa do Brasil), ele chama a atenção por só modificar a equipe por necessidade. E quem entra vem dando conta, tanto que a defesa sofreu só quatro gols até aqui mesmo com um rodízio entre Vitor Hugo, Victor Ramos, Jackson e Leandro Almeida.

O ataque também deslanchou, com 18 gols marcados nos últimos oito jogos do Brasileiro. Ter um time que marca muitos gols e toma poucos é outro item na “receita” – hoje o Verdão tem o segundo melhor ataque (26 gols, contra 29 do Galo) a segunda melhor defesa (11 gols sofridos, contra nove do Corinthians) e o segundo maior saldo de gols (15, contra 16 do Atlético-MG).

Time responde às mini metas estipuladas pelo chefe

Desde que Marcelo Oliveira chegou, o elenco correspondeu bem às metas estipuladas por ele no Palmeiras. A primeira surgiu depois da derrota em sua estreia, para o Grêmio: quatro vitórias seguidas em três jogos no Allianz Parque (São Paulo, Chapecoense e Avaí), além de um em Cuiabá (Ponte Preta), com a maioria da torcida alviverde. 

Cumprido este primeiro passo, o elenco trouxe um ponto de Pernambuco após o 2 a 2 com o Sport, venceu o Santos, e ao analisar a tabela do Brasileiro definiu que uma vitória no jogo contra o Vasco colocaria no Verdão no G4. Resultado: 4 a 1 em São Januário e a terceira colocação para o Alviverde. 
Para ir no G4, a reação já bastou. O resultado final será a taça?

Fonte: Lancenet!
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário