-

Com DM quase vazio, Verdão monta dois 'times titulares'


Desde que chegou, Marcelo Oliveira não se cansa de elogiar a força do elenco palmeirense, de “qualidade semelhante e características diferentes”. Com menos lesões e a regularização dos últimos reforços, o técnico agora tem ainda mais opções e praticamente dois “times titulares” à disposição.

Do departamento médico, a principal novidade foi a volta de Mouche, que inclusive fez gol na atividade de quinta-feira. O argentino só participou do primeiro amistoso da temporada e lesionou o joelho direito. Recuperado, ele é mais um a brigar pela vaga no ataque, assim como Allione, que voltou a treinar com bola, junto de Alecsandro.

É o setor ofensivo aquele que mais dá opções para Marcelo, tanto em número quanto em possibilidade de mudanças táticas. O meia Fellype Gabriel, regularizado esta semana, pode atuar tanto centralizado quanto aberto pelo lado do campo, e depois de quase três meses só treinando, enfim está liberado para estrear.

O jogador nem participou do coletivo de quinta, mas pode jogar contra o Vasco, domingo. Barrios, última contratação para a temporada, tem treinado entre os reservas, jogou só alguns minutos contra o Santos, mas é a principal ameaça ao atual titular alviverde, Leandro Pereira.
Cristaldo, talismã que vinha entrando bem, Cleiton Xavier, ainda tentando deslanchar no ano, Zé Roberto, ex-capitão da equipe, os jovens João Pedro e Gabriel Jesus são outras opções no banco para Marcelo Oliveira. Mesmo que suplentes, todos são motivados pelo técnico.

– Digo aos jogadores que todos são importantes, que temos um elenco formado para tentar ser campeão e também costumo dar muita confiança ao jogador, conversar, mostrar que já está bem, que pode entrar, e está em condições de ser titular em algum momento. Temos um grupo equilibrado, com bons jogadores para cada posição – disse Marcelo.

Da última vez que brigou pelo título, em 2009, o Palmeiras pagou por ter um elenco pequeno, e na reta final perdeu fôlego. Desta vez, o Verdão está perto de ter todos à disposição e com um banco mais forte no meio da competição. Até onde vai?



 Fonte: Lancenet!


Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário