-

Allianz Parque vira caldeirão e arma para Palmeiras


Desde o começo da temporada, o Allianz Parque é uma fonte de receita importantíssima para o Palmeiras – é o estádio de maior receita do Brasil. Além disso, entretanto, a casa palmeirense vai se mostrando, cada vez mais, um caldeirão alviverde: hostil para os adversários, e uma arma que proporciona bons resultados ao anfitrião.

A casa palmeirense está sempre lotada – 33,2 mil pessoas por jogo, o melhor público da Série A. A acústica é boa: nos momentos de maior vibração da torcida, o barulho chega a ser ensurdecedor.

Neste domingo, diante do Santos, o que acontece em todas as partidas se repetiu: sempre que os torcedores visitantes tentam começar gritos de incentivo, são rapidamente abafados por gritos palmeirenses.




Além da casa cheia e barulhenta, o Allianz permite que os torcedores do anel inferior fiquem muito perto do gramado: no clássico, durante toda a partida os mais exaltados se aproximavam para pressionar adversários e arbitragem. Infelizmente, os santistas acabaram sendo alvo de cusparadas.

O ambiente do Allianz Parque tem tido um efeito direto no Palmeiras no Brasileirão: jogando em casa, são cinco vitórias, dois empates e uma derrota – aproveitamento de 71%. Jogando fora, são duas vitórias em seis partidas, e o aproveitamento cai para 44%.

Houve, no meio disso tudo, uma virada. Até o dia 14 de junho, o alviverde tinha apenas uma vitória em casa no Brasileirão, e o gramado de seu estáido era alvo de duras críticas. A partir do clássico contra o São Paulo, no dia 28, a empresa responsável pela grama passou a realizar um trabalho de recuperação.

Desde então, foram mais quatro vitórias consecutivas – para a comissão técnica, o gramado melhor favorece a equipe do Palmeiras, que tem jogadores técnicos e procura tocar a bola para atacar.

Fonte: Uol Noticias
Share on Google Plus

About Vinicius Santos

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário